IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Empreendedorismo


Consultoria lista 10 melhores cidades para abrir uma franquia; Rio lidera

Getty Images
Imagem: Getty Images

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • A Goakira Consultoria listou as dez cidades brasileiras mais promissoras para se ter um negócio
  • Rio e São Paulo aparecem no topo do ranking
  • Rio foi impulsionado pelo potencial de dois bairros: Barra da Tijuca e Ipanema
  • Juntas, as dez cidades detêm 20% do potencial nacional de consumo, segundo a consultoria.

Qual a melhor cidade para abrir uma franquia? A Goakira Consultoria fez um ranking com as dez cidades mais promissoras para se ter um negócio. O Rio de Janeiro ficou no topo, graças a dois bairros: Barra da Tijuca e Ipanema. Veja o ranking:

  1. Rio de Janeiro
  2. São Paulo
  3. Maceió (AL)
  4. Santo André (SP)
  5. Campo Grande (MS)
  6. Belo Horizonte (MG)
  7. Guarulhos (SP)
  8. Curitiba (PR)
  9. São Luís (MA)
  10. Campinas (SP)

Essas cidades detêm 20% do potencial nacional de consumo, segundo a consultoria.

Como foi feito o levantamento

O estudo "As 10 Melhores Cidades para Investir em Franquia no Brasil" usou informações do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e dados das empresas Economapas e Geofusion.

A consultoria cruzou os dados de alguns indicadores, como as taxas geométricas de crescimento anual da população e da renda medidas de 2010 a 2018 pelo IBGE e o poder de compra da população.

"Avaliamos que, para ser considerada boa para investimento em franquias, uma cidade precisaria ter as duas taxas geométricas [de crescimento anual de renda e de população] positivas, pois isso indica que há população crescente e renda média domiciliar crescente", disse Deborah Machado, consultora sênior da Goakira Consultoria. "Os municípios que aparecem com essas variáveis positivas ou não foram impactados pela crise ou estão em crescimento econômico."

Segundo ela, os municípios com taxas positivas foram listados de acordo com o poder de consumo. "Entraram no ranking cidades que têm população e renda em expansão e maior quantidade de dinheiro disponível nos domicílios para serem gastos de forma variada", afirmou.

Em 2018, segundo a consultoria, o potencial de consumo total do Brasil girou em torno de R$ 4 trilhões. Os quatro estados do Sudeste têm, juntos, 50,47% do potencial nacional de consumo. Somadas, as regiões Sul e Nordeste totalizam 35,51%, e Norte e Centro-Oeste concentram 14,02%.

Barra da Tijuca e Ipanema impulsionam Rio

O estudo mostrou que as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro concentram a maior quantidade de dinheiro disponível nos domicílios para serem gastos de forma variada.

No caso do Rio, segundo Deborah, Barra da Tijuca e Ipanema foram os responsáveis por colocar a cidade no topo do ranking.

"A Barra da Tijuca, por onde passam diariamente 400 mil pessoas, mostrou ser uma ótima região para negócios que depende deste fluxo, como modelos de serviços express. Já Ipanema tem uma das maiores rendas médias mensais do país [cerca R$ 50 mil]. Juntos, os dois números ajudaram a posicionar o Rio no primeiro posto do ranking", declarou ela.

Segundo Deborah, mesmo com todas as crises pelas quais a cidade tem passado, as taxas de crescimento anual populacional e de renda do Rio são crescentes.

Quer saber mais informações e dicas sobre economia e finanças pessoais de um jeito fácil de entender? Siga @uoleconomia no Instagram!

51,5% dos empreendedores brasileiros são mulheres

Band Notí­cias

Empreendedorismo