Bolsas

Câmbio

Novo horário do Tesouro Direto ajuda, mas especular é risco para seu bolso

Sophia Camargo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

As mudanças anunciadas no Tesouro Direto, com novo horário e aplicativo de celular, foram positivas, mas o pequeno investidor terá de conhecer bem o funcionamento para não se afobar com variações no preço e perder dinheiro, dizem consultores da área.

Até agora, o investidor só podia vender os títulos de noite, das 18h às 5h. A compra ocorria das 9h às 5h. A partir deste sábado (3), a compra e venda dos títulos poderá ser feita entre 9h30 e 18h.

O UOL ouviu quatro especialistas: André Lassance, responsável pela área de produtos de renda fixa da XP Investimentos; Bruno Andrietta, sócio da Besser Partners; Bruno Carvalho, gestor de renda fixa da Guide Investimentos; e Mauro Calil, especialista em investimentos do banco Ourinvest.

Todos avaliaram bem a mudança do horário de negociação dos títulos. "Antes, as oscilações de taxas e oportunidades que surgem durante o dia eram perdidas porque só era possível vender com o mercado fechado", diz Bruno Carvalho.

Inexperiência pode prejudicar

Mas a possibilidade de comprar e vender enquanto o mercado está aberto pode fazer com que investidores menos experientes se assustem com o sobe-e-desce dos preços e vendam o título na hora errada.

Para Mauro Calil e Bruno Andrietta, se o investidor não entende o processo de ajuste diário de preços (chamado de marcação a mercado) a que estão sujeitos os títulos do Tesouro Prefixado e do Tesouro IPCA+, ele pode se apavorar e vender o papel na hora errada, perdendo dinheiro. "A facilidade é uma arma, mas a arma só deve ser dada para quem sabe atirar", diz Andrietta.

Para aproveitar essas mudanças e ganhar dinheiro com a oscilação das taxas, é preciso ter bastante conhecimento do mercado. "A garantia de rentabilidade só existe para quem fica com o papel até o vencimento", afirma Calil.

Se o investidor comprou um título prefixado que promete pagar uma taxa de 12,22% em 1/1/2023, ela só vai ter a garantia de receber isso naquela data. Se vender antes disso pode ganhar ou perder dinheiro.

Clique aqui e veja um passo a passo sobre como investir no Tesouro Direto.

Use como poupança

André Lassance, da XP Investimentos, resume: "O pequeno investidor não deveria tentar especular no Tesouro Direto, mas usá-lo como forma de poupança."

A recomendação para os pequenos investidores é a seguinte:

Se precisar investir para sacar no curto prazo (até um ano), prefira Tesouro Selic, que não sofre a marcação a mercado.

Se quiser investir em títulos prefixados (Tesouro Prefixado) ou que protejam contra a inflação (Tesouro IPCA+), é aconselhável aplicar um dinheiro que pode ser sacado somente no vencimento do título.

Tecnologia ajuda na organização das finanças

  •  

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos