IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Investimento seguro que rende 200% do CDI é pegadinha; entenda

13/01/2023 04h00

Algumas corretoras têm oferecido investimentos de baixo risco e altíssimo rendimento. Olhando os detalhes, no entanto, vê-se que o retorno para o investidor é pífio, e para a instituição financeira, imenso.

Na coluna de hoje eu explico por que as ofertas de CDB que rendem 200% do CDI não são nem sequer um investimento, e sim uma jogada de marketing para atrair clientes que não conhecem as regras do jogo.

Onde está o problema

O problema de entrar em um desses CDBs com retorno de 200% do CDI é que o prazo deles em geral é curto (cerca de 60 dias), e o cliente não pode reinvestir o dinheiro no mesmo produto.

Após o vencimento, o cliente só terá opções de CDBs com uma rentabilidade em torno de 100% do CDI. Ou seja, você tem dois meses com um rendimento alto e o resto da vida com retorno igual ao do mercado.

O investidor mais atento poderia pensar: "bom, mas se essa promoção vale só por dois meses, vou aproveitar e colocar todo o meu dinheiro lá, assim eu terei um ganho considerável, ainda que por pouco tempo".

Mais um engano. Essas promoções em geral limitam o valor máximo a se investir. Na oferta mais recente que apareceu para mim em um anúncio no Instagram, o limite era de R$ 3.000. Com isso, o ganho do cliente fica em R$ 50.

Como identificar um CDB furado

Em primeiro lugar, saiba que atualmente o rendimento de um CDB com liquidez diária (que você pode resgatar a qualquer momento) raramente passa de 110% do CDI. Se encontrar um retorno muito acima disso, desconfie.

Para saber se o CDB é furado, procure saber qual é a data de vencimento. Se for muito curta (até seis meses), pergunte se, após o vencimento, você vai poder reaplicar o dinheiro em outro CDB com o mesmo retorno.

Caso ele não permita o reinvestimento em CDB com igual retorno, você já sabe que foi apenas uma forma de fazer você abrir uma conta na corretora ou começar a movimentar uma conta que estava parada.

Por fim, pergunte se essa oferta é só para clientes novos ou que estavam com a conta sem movimentação. Se a resposta for "sim", está caracterizado que se trata não de um investimento propriamente dito, mas de uma jogada de marketing com o objetivo de trazer clientes para a corretora.

Por que isso não é um investimento

Eu nem considero que um CDB como esse é um investimento porque ele não seria sustentável para o banco emissor a longo prazo. Em vez de dar lucro, daria prejuízo.

Tanto que ele é extremamente restrito. Aceita somente pessoas que ainda não são clientes da corretora, e por um prazo curto, com limite máximo de R$ 3.000 aplicados.

Na prática, esse é um investimento em marketing. Conforme o cálculo que fiz mais acima, é como se a corretora e o banco estivessem oferecendo R$ 50 para cada pessoa que abrir uma conta.

Com a desvantagem de que, para ganhar esses R$ 50, você precisa desembolsar R$ 3.000. Assim, a corretora seleciona apenas clientes que têm dinheiro para investir.

Por que essa oferta é perigosa

Aceitar uma oferta como essa é perigoso porque, se você fez esse investimento sem entender que era apenas uma estratégia de marketing, significa que é uma presa fácil para a corretora.

Assim que o CDB vencer (ou mesmo antes), assessores "gratuitos" da corretora podem entrar em contato com você para oferecer produtos de investimento que muitas vezes ajudam mais a instituição financeira do que você. Por exemplo, CDBs com rendimentos menores, fundos com taxas de administração, COEs sem transparência e planos de previdência de qualidade duvidosa.

Alguma dúvida?

Tendo alguma dúvida sobre investimentos, me siga no Instagram e envie uma mensagem por lá. Sua pergunta poderá ser respondida em breve nesta coluna.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.