PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

O que é taxa Selic e como ela mexe com o seu bolso?

Felipe Cozer

Especialista em investimentos e analista em educação financeira no PagBank PagSeguro

27/10/2021 04h00

A taxa Selic frequentemente ocupa lugar de destaque nas páginas de comunicação. Independentemente se tiver diminuído ou aumentado, ela é sempre uma notícia de grande relevância na economia brasileira e mexe muito com o seu bolso.

Veja abaixo o que é a Selic, e como a taxa mexe com a sua saúde financeira.

O que é a taxa Selic?

A Selic é considerada a taxa básica de juros da economia brasileira, exercendo influência sobre as demais taxas de juros do nosso país, desde as rentabilidades das aplicações financeiras até os juros de empréstimos e financiamentos.

Quem define a taxa Selic?

A taxa é definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom), que é um órgão do Banco Central, e é atualizada a cada 45 dias, com a possibilidade de se manter estável, diminuir ou aumentar.

As reuniões normalmente começam numa terça-feira e são finalizadas na quarta-feira da mesma semana, seguindo um calendário preestabelecido.

Para que serve?

De maneira simplificada, é possível dizer que a taxa Selic é uma ferramenta utilizada pelo Banco Central para controlar a inflação. Ela foi criada em 1979, período em os preços estavam fora de controle no Brasil e o país enfrentava um cenário de hiperinflação.

Como as alterações na Selic influenciam o seu bolso?

Os efeitos da Selic podem ser sentidos de formas diferentes. Quando a Selic está baixa, estes são alguns efeitos que normalmente podem ser sentidos:

Preços mais baixos e aumento do consumo

Quando os juros estão mais baixos, os investimentos tradicionais, como poupança, Tesouro Selic e CDBs pós -fixados tendem a ficar menos atrativos, então as pessoas poupam menos e gastam mais, fazendo com que o dinheiro circule mais na economia.

Como os bens e serviços são limitados, quando há uma maior procura por eles, os preços tendem a subir.

Taxas de empréstimo e financiamento mais baixos

Com juros menores, o custo do dinheiro para instituições financeiras cai e isso é repassado para as pessoas, fazendo com que as taxas fiquem mais atrativas.

E quando a taxa está alta?

Quando a taxa Selic está mais alta, os juros tendem a subir, e os mesmos investimentos tradicionais tendem a ficar mais atrativos. A ideia é que circule menos dinheiro na economia, e dessa maneira, exista menos consumo. Com uma busca menor por produtos e serviços, a inflação tende a cair.

Contudo, os juros cobrados em financiamentos e empréstimos sobem. Por isso, fique atento!

Em resumo: A taxa Selic influencia em vários fatores do dia a dia, seja no preço dos empréstimos, nos valores cobrados por serviços e produtos ou no comportamento de consumo. Por isso ela é tão importante para o seu bolso!

Qual o cenário atual e como aproveitar?

Com a aceleração dos níveis de preços no Brasil, o Banco Central, por meio do Copom, vem aumentando a taxa Selic, na tentativa de controlar a inflação. Com isso é possível aproveitar algumas oportunidades para remunerar mais o seu dinheiro e diminuir os impactos que a inflação tem causado no bolso.

Veja alguns investimentos que estão sendo afetados pela alta da Selic.

Tesouro Selic - Sua rentabilidade é atrelada à taxa Selic e sobe com o aumento da taxa de juros. Diferentemente da poupança, que rende apenas 70% da taxa Selic, esse título público paga 100% da variação da taxa de juros.

Outros investimentos de renda fixa - Lembre-se de que a Selic é a taxa básica da economia brasileira e o aumento é repassado para outros índices, como o CDI. Nesse cenário, aplicações pós-fixadas, e que têm valorização com a alta desse índice, se tornam mais atrativas.

Uma dica importante: é possível encontrar investimentos que paguem acima de 100% do CDI. Então, fique atento e busque as melhores oportunidades de acordo com os seus objetivos.

A caderneta de poupança está rendendo mais - O aumento dos juros também tem impacto no rendimento da poupança.

A remuneração da caderneta para depósitos realizados após de maio de 2012 funciona da seguinte maneira:

Quando a taxa Selic está igual ou menor que 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic + TR (Taxa Referencial), que está zerada há anos. E quando a taxa for maior que 8,5% ao ano, a rentabilidade passa a ser 0,5% ao mês + TR —em torno de 6% ao ano.

Este material foi elaborado exclusivamente pelo PagBank e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

PUBLICIDADE

Aqui especialistas vão ajudar você a concretizar seus planos de curto, médio e longo prazos, com conteúdos e informações sobre os diversos tipos de investimento disponíveis no mercado. As orientações profissionais do PagBank valem para pessoas que têm pouco dinheiro ou para quem já tem muito para investir.