IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

ANÁLISE

Inflação em alta! Veja uma opção de investimento para proteger seu dinheiro

Luciane Almeida

07/01/2022 04h00

Nos últimos meses, a inflação voltou com força no Brasil e tem pesado no bolso dos brasileiros. O IPCA é o índice oficial que mede a inflação no país e fechou 2021 acima dos 10% no acumulado em 12 meses.

A inflação diminui o poder de compra do dinheiro, ou seja, o dinheiro vale cada vez menos. Ao longo do tempo, os produtos e serviços que consumimos ficam mais caros, e com isso precisamos de mais dinheiro para comprar os mesmos itens.

Como proteger seus investimentos do efeito negativo da inflação?

Aplicar em opções atreladas à inflação é a melhor maneira de manter o dinheiro valorizado no médio e longo prazo.

E nesse contexto, uma alternativa interessante e acessível a todos os bolsos é o Tesouro IPCA, que é um título de renda fixa emitido pelo Tesouro Nacional.

Os títulos públicos são os investimentos mais populares e seguros do país. Na prática, o investidor empresta o dinheiro ao governo e recebe o valor acrescido de juros no vencimento.

Entenda por que o título entrega um rendimento acima da inflação

O Tesouro IPCA é o único título público que garante um rendimento acima da inflação, que é conhecido como rendimento real.

Nesses títulos, a rentabilidade é híbrida, pois combina uma parte do rendimento pós-fixada e outra parte prefixada.

A parte pós-fixada vai acompanhar a variação da inflação, medida pelo IPCA. Já a parte prefixada é definida no momento da aplicação. Assim, você sabe exatamente quanto vai receber de rendimento fixo. Essa parte fixa é o rendimento real, ou seja, o ganho acima da inflação que garante que o seu dinheiro não vai perder valor.

Atualmente, as taxas prefixadas desses títulos estão acima dos 5% ao ano.

Mas atenção: a taxa contratada só é paga no vencimento. Caso você resgate o dinheiro antes, poderá receber uma taxa diferente, que pode ser maior ou menor do que a combinada. Se for menor, você pode ter perda financeira, porque o valor de resgate será menor do que o aplicado inicialmente.

Por isso, é importante aplicar a parte da carteira de investimentos que você não vai precisar usar no curto prazo.

Uma vantagem é que você encontra datas diferentes de vencimento e pode aplicar para projetos de médio e longo prazo.

Quais os títulos IPCA disponíveis?

O Tesouro Nacional oferece duas modalidades de títulos atrelados à inflação:

- Tesouro IPCA+: nessa opção, você recebe o valor aplicado mais todo o rendimento acumulado no vencimento do título.

- Tesouro IPCA+ com juros semestrais: nessa opção, a cada seis meses você recebe o valor do rendimento acumulado no período, que é chamado de cupom.

Assim, você antecipa o recebimento do rendimento e, no vencimento do título, recebe o valor principal.

Essa modalidade é interessante para quem quer complementar renda com os rendimentos ou não quer esperar até o vencimento para receber juros.

Conheça os custos para investir

Para investir no Tesouro IPCA, existem duas taxas, uma cobrada pelos bancos ou corretoras e outra cobrada pela B3, que a é Bolsa de Valores, pelos serviços de guarda dos títulos e outros serviços prestados.

A maioria dos bancos e corretoras isenta os clientes da taxa de administração. Procure uma instituição em que você não pague por essa tarifa.

A taxa da B3 teve redução a partir desse ano. A taxa é 0,20% ao ano, cobrada sobre o total, valor aplicado mais rendimento, e proporcional ao período que o dinheiro ficar aplicado.

A cobrança acontece em duas datas, no primeiro dia útil dos meses de janeiro e julho.

Imposto de Renda

O Imposto de Renda incide apenas sobre o rendimento, cobrado no vencimento do título, recebimento dos juros semestrais (cupom) ou se você fizer o resgate antecipado.

A cobrança segue a tabela de renda fixa:

Prazo de investimento/alíquota de IR

  • Até 180 dias: 22,5%
  • De 181 até 360 dias: 20%
  • De 361 até 720 dias: 17,5%
  • A partir de 721 dias: 15%

No Tesouro IPCA+ com juros semestrais, cada recebimento de juros obedecerá a alíquota de imposto de acordo com a data inicial de aplicação. Exemplo: o primeiro cupom é pago seis meses depois da aplicação; logo o imposto será de 22,5%.

O UOL Economia é de propriedade do Universo Online S.A., sociedade que controla as empresas do Grupo UOL. O Grupo UOL tem em sua composição empresas que exercem atividades reguladas no setor financeiro. Apesar de o Grupo UOL estar sob controle comum, os executivos responsáveis pelo Banco Seguro S.A. são totalmente independentes e as notícias, matérias e opiniões veiculadas no portal tem como único objetivo fornecer ao público elementos a título educacional e informativo sobre o mercado e produtos financeiros, sendo baseadas em dados de conhecimento público na data de sua divulgação, conforme fontes devidamente indicadas, e condições mercadológicas externas ao Grupo UOL que podem ser alteradas a qualquer momento, mas sem constituir qualquer tipo de relatório de análise, recomendação, oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto.

Especialistas em finanças ajudam você a poupar e a escapar de erros comuns para quem quer construir um patrimônio. Tenha informações que auxiliam você a tomar decisões sobre investimentos e aproveite melhor as oportunidades disponíveis no mercado