PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Você não fica rico com um investimento só; 5 lições de uma especialista

Ilana Bobrow, sócia-fundadora da Vitreo, dá 5 lições para quem quer começar a investir - Reprodução/Instagram
Ilana Bobrow, sócia-fundadora da Vitreo, dá 5 lições para quem quer começar a investir Imagem: Reprodução/Instagram
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

15/07/2021 04h00

Você pode até apostar no investimento da "moda", como criptomoedas, fundos imobiliários ou aquela ação sobre a qual todo mundo está falando, mas certamente não vai ficar rico investindo em apenas um deles. Essa é uma das lições da economista Ilana Bobrow, sócia-fundadora da Vitreo, empresa que foi adquirida pelo BTG.

A casa de investimentos Vitreo é do Grupo Universa (que também é dona da Empiricus), e foi criada em 2018 —transformando Ilana Bobrow numa das poucas mulheres a ocupar uma cadeira de sócia-fundadora de uma empresa no mercado financeiro. Hoje, a casa conta com mais de R$ 11 bilhões sob custódia, tem mais de 60 fundos próprios, e uma base acima de 100 mil clientes.

Ilana estará no próximo Guia do Investidor UOL, série de eventos quinzenais e gratuitos do UOL Economia+. Ao lado da jornalista e fundadora do Grana Preta, Amanda Dias, a economista vai falar sobre o papel da poupança, e se é hora de tirar o seu dinheiro de lá. Para participar do evento, basta fazer o cadastro abaixo. O evento do Guia do Investidor UOL é de graça e acontece dia 20 de julho, às 11h, nas páginas do UOL, UOL Economia e UOL Economia+.

Para quem quer começar a investir, a economista dá cinco dicas importantes. Veja abaixo:

1. Investir é para todos, sim

A gestora já quebra um dos maiores mitos dos investimentos: de que investir é só para quem tem dinheiro.

"Uma coisa que me surpreende muito é que tem muita gente com poder aquisitivo e que nunca investiu. Investir é para todo mundo, e deveríamos aprender na escola. Nunca é tarde para aprender a investir", afirma.

2. Não existe bala de prata

Para Ilana, cada investidor tem seu perfil e sua carteira, e não existe um tipo de investimento que é o melhor de todos. Acreditar nessa "bala de prata", ou no investimento da "moda", para a economista, é um dos maiores erros de quem está começando.

"É preciso ter cuidado com os 'boons'. Monte uma carteira diversificada, sempre respeitando a sua reserva de emergência e buscando soluções que façam sentido para você", diz.

3. Diversificar é chave

Ainda que você tenha pouco dinheiro, é possível e preciso diversificar, segundo a especialista. É a diversificação que vai garantir que seu dinheiro não sinta tanto as oscilações naturais do mercado.

"Todo mundo vai começar com sua reserva de emergência, e o caminho natural é entender essa rentabilização do dinheiro, entender o seu perfil de investidor. Por isso, acredito na diversificação. Todo mundo pode ter uma pimentinha no portfólio", afirma.

"O mercado financeiro tem muitos ativos, mas cada um tem o seu perfil. Não caia na cilada de olhar a carteira do outro e achar que é boa para você. Precisa ter uma estratégia por trás: suas metas entram aqui", diz.

4. Você não precisa entender tudo sobre investimentos para investir

"O mercado tem alternativas para todo investidor conseguir investir", diz Ilana. Querer entender todos os aspectos do mercado pode estar travando quem quer começar a cuidar melhor do dinheiro.

Para a economista, estudar o mercado é importante, mas para começar, porém, você não precisa entender tudo. "O importante é que as pessoas estejam confortáveis com o que estão investindo", diz.

5. Se você não investe, está perdendo dinheiro

"Se a gente não investe, a gente perde poder de compra e deixamos de ganhar. Acabou a mordomia", afirma Ilana.

Ela se refere ao nível em que está a taxa básica de juros, a Selic —que é parâmetro para grande parte dos investimentos mais conservadores, de renda fixa, como Tesouro Selic e CDBs.

Hoje, a Selic está em 4,25% ao ano, mas já esteve em mais de 14,25% ao ano, em 2014. Ou seja, bastava deixar o dinheiro em um título seguro e conservador para conseguir essa rentabilidade.

Guia do Investidor UOL é trilha para quem quer começar a investir

O Guia do Investidor UOL é uma série de eventos quinzenais e gratuitos do UOL Economia+ que funciona como uma trilha de conhecimento, que passará por temas como comportamento, investimentos básicos para iniciantes a investimentos mais arrojados, como ações, fundos multimercado e até criptomoedas.

Para ajudar os leitores nessa trilha, investidores profissionais, analistas, e grandes especialistas do mercado darão aulas quinzenais para ensinar o passo a passo dos investimentos.

Você pode conferir a programação do Guia do Investidor UOL aqui.

Você conhece o UOL Economia+?

O UOL Economia+ é uma plataforma de conteúdo para quem quer aprender a investir, ou a investir melhor.

No UOL Economia+ você tem acesso a carteiras recomendadas, e-books, grupos de WhatsApp e Telegram, lives exclusivas com especialistas em investimentos e finanças, análises da Bolsa e acesso a todo conteúdo de investimentos do UOL. Clique aqui e assine agora o UOL Economia+, e tenha 7 dias grátis para acessar o melhor conteúdo do UOL.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.