PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Receita da Latam Airlines cai 75,9% no segundo trimestre

Três meses após suspender 95% das suas operações, a Latam começou a retomar gradualmente seus voos. - Divulgação
Três meses após suspender 95% das suas operações, a Latam começou a retomar gradualmente seus voos. Imagem: Divulgação

Da AFP, em Santiago

18/08/2020 23h59

A receita da companhia aérea chileno-brasileira Latam chegou a US$ 571,9 milhões no segundo trimestre, 75,9% a menos do que no mesmo período de 2019, uma cifra que reflete a crise enfrentada pela empresa devido à pandemia.

A forte queda é explicada "pela redução drástica das operações após o fechamento de fronteiras e as restrições de viagem devido ao impacto da covid-19. A queda foi parcialmente compensada por um aumento de 18,4% nas receitas de carga", indica um comunicado divulgado hoje pela companhia aérea.

A redução das operações levou a Latam a dispensar 12,6 mil funcionários, permanecendo com cerca de 30 mil. "Estes resultados refletem o impacto profundo que a crise teve sobre a indústria aeronáutica e reafirmam a necessidade de transformar o grupo para garantir a sua sustentabilidade a médio prazo", manifestou o CEO do Latam Airlines Group, Roberto Alvo.

No segundo trimestre, as filiais da Latam em Brasil e Chile operaram com capacidade limitada, enquanto em Equador e Peru as operações domésticas foram retomadas em junho e julho, respectivamente. Em junho, a empresa fechou sua filial na Argentina.

Em consequência da crise, a Latam recorreu em maio à lei de falências americana, cujo capítulo 11 permite que as empresas se reestruturem enquanto prosseguem com suas operações.

Após suspender, em março, 95% das suas operações, a Latam começou, três meses depois, a retomar gradualmente seus voos nacionais e internacionais.