IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Elon Musk diz que Twitter pode ter novo CEO até fim de 2023

Elon Musk comprou rede social por 44 bilhões de dólares no ano passado - Muhammed Selim Korkutata/Agência Anadolu
Elon Musk comprou rede social por 44 bilhões de dólares no ano passado Imagem: Muhammed Selim Korkutata/Agência Anadolu

15/02/2023 08h57

O dono do Twitter, Elon Musk, anunciou nesta quarta-feira (15) que "outra pessoa" pode assumir até o fim do ano o comando da rede social que, sob sua direção, passou por uma "montanha russa" de polêmicas e problemas técnicos.

"Imagino que provavelmente até o fim deste ano deve ser um bom momento para encontrar outra pessoa para administrar a empresa", disse o empresário por videoconferência durante o 'World Government Summit' em Dubai, Emirados Árabes Unidos.

"Eu preciso estabilizar a organização e garantir que está em uma situação saudável. E que o roteiro do produto esteja claramente definido", acrescentou.

Para Musk, o Twitter precisa estar em uma "posição estável até o fim deste ano".

A gestão de Musk, que pagou 44 bilhões de dólares pela rede social em outubro de 2022, provocou muitas polêmicas.

"Tem sido uma montanha russa", admitiu nesta quarta-feira.

Em dezembro, o bilionário sul-africano anunciou pela primeira vez que planejava deixar o posto de CEO do Twitter e que procurava "alguém tolo o suficiente" para assumir o cargo.

Desde que Musk adquiriu a empresa, o Twitter registrou demissões em larga escala, o retorno à plataforma de contas que estavam proibidos e a suspensão de jornalistas críticos ao empresário.

As mensagens racistas e de ódio aumentaram, o que provocou a preocupação das agências reguladoras e a debandada de grandes anunciantes, principal fonte de receita do Twitter.

Musk, um dos empresários mais ricos do mundo, também tem sido criticado por ter deixado de lado suas outras empresas, em particular a montadora Tesla, que registrou uma desvalorização das ações desde que ele assumiu o controle do Twitter.