Bolsas

Câmbio

Starbucks usa cardápios digitais para impulsionar vendas nos EUA

Leslie Patton

(Bloomberg) -- A Starbucks, que enfrenta uma queda de crescimento nos EUA, está testando painéis de cardápio digital para aumentar as vendas, especialmente no período da tarde, que tem menos atividade.

A rede instalou os novos cardápios em algumas unidades dos EUA. Há também cardápios digitais em algumas Starbucks em aeroportos.

Uma cafeteria reformada recentemente no Loop, o centro financeiro de Chicago, tem um cardápio digital grande de seis painéis que muda ao longo do dia. Em uma tarde recente, apresentava a imagem de uma sopa de tomate com manjericão e de um sanduíche de queijo grelhado, juntamente com cold brew Nitro e macchiatos. O painel também destaca a Mercato, a linha de alimentos da Starbucks, -- com um sanduíche de bife de US$ 7,95, por exemplo -- o que faz parte do plano da empresa para fazer com que os clientes pensem na Starbucks como opção para uma refeição completa.

Depois de vendas decepcionantes nos EUA no último trimestre, a Starbucks está sentindo a pressão para encontrar sucesso com novas fórmulas. O CEO Kevin Johnson remarcou "certa desaceleração da atividade à tarde" durante esse período. Em resposta, ele disse que a rede se concentrará em melhorar o atendimento ao cliente durante esse horário e impulsionará bebidas populares para depois do almoço -- café gelado, chá e cold brew.

"Estamos focados em melhorar a experiência da Starbucks à tarde", disse ele.

Os novos cardápios poderiam ajudar a Starbucks a promover certas ofertas da tarde, além de criar um ambiente mais agradável e moderno para os clientes que vão à loja para conferir e-mails e bater papo on-line. Os painéis podem mudar as ofertas de acordo com a estação e atualizar os preços rapidamente.

As redes de fast-food estão ressurgindo e apostando em grandes descontos, e isso poderia estar afetando os negócios da Starbucks. O McDonald's tem anunciado café do McCafé por US$ 2 e a Taco Bell divulga lanches de US$ 1, como nachos e empanadas de caramelo e maçã.

Peter Saleh, analista da BTIG, disse que o McDonald's poderia estar abalando as vendas da tarde da Starbucks e da Dunkin' Brands Group, remarcando a necessidade de experimentar novos métodos.

A Starbucks "pode ser mais agressiva", disse Saleh, referindo-se aos novos painéis. "Eles podem ser mais precisos e diretos sobre o que querem transmitir."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos