Bolsas

Câmbio

Pepsi e Coca-Cola vão deixar de ser vendidas em Estado da Índia

  • Reprodução

Nova Délhi, 25 jan (EFE).- Os estabelecimentos do Estado de Tamil Nadu, no extremo sul da Índia, deixarão de comercializar produtos das multinacionais americanas PepsiCo e Coca-Cola a partir de março por seus possíveis efeitos prejudiciais à saúde e apostarão, no lugar, em marcas indianas.

A medida entrará em vigor no dia 1º e os vendedores começarão já no mês que vem com uma campanha para "educar" a população sobre os riscos destes produtos, que podem causar "câncer e outras doenças", conforme disse à agência de notícias Efe nesta quarta-feira (25) o secretário adjunto da Federação de Associações de Comerciantes de Tamil Nadu, U.S. Delu.

Segundo ele, o plano conta com o apoio de 90% dos comerciantes do Estado, que tem mais de 70 milhões de habitantes e onde os vendedores são contados aos "milhares". A federação vai tentar cobrir o vazio dessas marcas de refrigerante com marcas "nacionais", que contam com variedade e disponibilidade suficientes para suprir a demanda.

Conforme contou, PepsiCo e Coca-Cola são os únicos fabricantes internacionais de refrigerante com presença no mercado local, e os dois principais fabricantes de refrigerantes do mundo foram assinalados por organizações de vários países pelos efeitos negativos que alguns de seus produtos supostamente têm para a saúde.

Em outubro, um estudo publicado no "Journal of Preventive Medicine", da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, afirmava que ambas as marcas financiaram 96 organizações de saúde americanas para minimizar a conscientização sobre o vínculo entre as bebidas doces e a obesidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos