PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Almirante Rodolfo Saboia toma posse como diretor-geral da ANP

Mariana Durão

Rio de Janeiro

23/12/2020 18h19

O almirante Rodolfo Saboia tomou posse nesta quarta-feira, 23, como diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Seu mandato terá duração de quatro anos, terminando em dezembro de 2024.

Aprovado em outubro pelo plenário do Senado Federal, Saboia ocupará a vaga deixada por Décio Oddone, que renunciou ao cargo em março deste ano. O comando da ANP estava interinamente com Raphael Moura. Desde a saída de Oddone, o cargo foi ocupado por servidores da ANP designados pelo presidente Jair Bolsonaro em uma lista tríplice.

Rodolfo Saboia é bacharel em Ciências Navais pela Escola Naval (1978), mestre no Curso de Comando e Estado-Maior, doutor em Política e Estratégia Marítimas, ambos pela Escola de Guerra Naval, e especialista em Gestão Internacional pela Coppead-UFRJ. Ao longo de 40 anos, ele exerceu diversos cargos na Marinha, sendo o último de superintendente de Meio Ambiente da Diretoria de Portos e Costas (DPC), até agosto de 2020. Em 2012 foi transferido à reserva no posto de Oficial General contra-almirante.

O novo diretor-geral estará à frente de uma agenda importante no próximo ano. Entre outras coisas, a ANP realizará a 17ª Rodada de Licitações de blocos de petróleo e gás natural, marcada para o dia 7 de outubro de 2021. O governo vai realizar ainda mais um leilão de áreas excedentes da cessão onerosa. Em 2019, o certame rendeu cerca de R$ 70 bilhões para os cofres públicos, mas deixou dois campos sem comprador, Atapu e Sépia, que voltarão a ser ofertados em 2021.