IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

É natural parceria com China, por ser o grande país líder da Ásia, afirma Alckmin

Presidente em exercício disse que parceria com os chineses é importante para fortalecer a indústria nacional e focar em energia renovável. - Reprodução TV Globo
Presidente em exercício disse que parceria com os chineses é importante para fortalecer a indústria nacional e focar em energia renovável. Imagem: Reprodução TV Globo

Daniel Tozzi Mendes e Italo Bertão Filho

Em São Paulo

14/04/2023 11h14

O presidente em exercício da República, Geraldo Alckmin, afirmou nesta sexta-feira, 14, que é natural o Brasil buscar parcerias com a China por se tratar da principal economia da Ásia, e que há expectativa de acordos para investimento chinês dentro do Brasil. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em viagem ao país asiático desde a terça-feira, ao lado de uma comitiva de políticos e empresários.

"Queremos que a China invista mais no Brasil. Somos o quarto destino dos investimentos chineses, mas as oportunidades de parceria são muito grandes", afirmou Alckmin, em entrevista à Bandnews.

O presidente em exercício e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços disse que a parceria com os chineses é importante para o fortalecimento da indústria nacional, especialmente a indústria focada em energia renovável.

"Não gosto de falar de reindustrialização, gosto de falar de nova industrialização, focada em energia renovável e mercado de carbono e por isso é importante investimento chinês", avaliou Alckmin. "O Brasil sofreu uma desindustrialização, a participação da indústria passou de 30% do PIB para 10%" acrescentou.

Na entrevista, Alckmin também mencionou ainda que há expectativa por parte do governo brasileiro de que a China faça "uma compra importante" de aviões da Embraer. "A parceria é um ganha-ganha, é bom para a população dos dois países", reforçou Alckmin.