PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

Brasileiros gastam menos com lazer e mais com comida e roupa, diz pesquisa

Aiana Freitas

Do UOL, em São Paulo

21/05/2014 09h00

Os brasileiros gastaram mais com alimentação, roupas e outras necessidades em 2013, reduzindo as despesas com lazer, férias e móveis para casa.

Essa é uma das conclusões de um relatório divulgado nesta quarta-feira (21) pela Mintel, empresa britânica de pesquisa de mercado.

O relatório foi feito com base em pesquisa com 1.500 pessoas e compara o comportamento dos consumidores com aquele registrado em 2012.

De acordo com o documento, 50% dos consumidores aumentaram seus gastos com bebidas não alcoólicas, como sucos, refrigerantes e águas no ano passado. Além disso, 48% gastaram mais com alimentos e 40% com roupas e acessórios.

Na outra ponta, entre os produtos e serviços que foram os maiores alvos de cortes de gastos estão reforma e móveis para casa (35% dos entrevistados reduziram despesas com esses itens), lazer e entretenimento (34%) e férias (32%).

Os dados mostram que 44% dos consumidores mantiveram os gastos com produtos de limpeza no mesmo nível do ano anterior. O nível de gastos com produtos de saúde (remédios, por exemplo) também está entre aqueles mantidos por grande parte dos consumidores (34%).

Mais novidades nas prateleiras

De acordo com a Base Global de Novos Produtos da Mintel, em 2013 as categorias de alimentos e bebidas tiveram 21% mais lançamentos no mercado brasileiro do que em 2012. As novidades teriam feito com que o consumidor aumentasse as compras.

Por outro lado, 2013 foi o ano da retomada gradual das antigas alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de móveis e eletrodomésticos, que tinham sido reduzidas no ano anterior. O aumento de imposto, segundo a Mintel, é uma das explicações para a queda no consumo de itens para o lar.