IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Brasil continua sendo o maior pagador de juros entre 40 países

Do UOL, em São Paulo

03/09/2014 19h39Atualizada em 03/09/2014 19h39

Com a decisão do Banco Central de manter a taxa básica de juros (Selic) em 11% ao ano, o Brasil mantém-se no topo do ranking de países com maiores juros reais do mundo. O país só perderia essa liderança se houvesse um corte de 1,5 ponto percentual na Selic.

Os juros reais descontam a inflação projetada para os próximos 12 meses. Fazendo essa conta, os juros básicos no Brasil ficam em 4,48%.

Em segundo, vem a China, com taxa real de 3,41%. Em terceiro está a Índia, com 2,27%, seguida pela Rússia (1,98%) e a Hungria (1,79%).

Na outra ponta da tabela está a Venezuela, que tem a menor taxa real de juros do mundo, com -29,10% ao ano.

No entanto, falando de juros nominais (que não descontam a inflação), a Venezuela aparece em primeiro lugar, com 16,56%, seguida pela Argentina (15,61%). O Brasil vem em terceiro no ranking dos juros nominais. 

O ranking tem 40 países e, portanto, não inclui todos as nações do mundo, mas somente economias relevantes. Os dados foram levantados pelo portal MoneYou, do economista Jason Vieira.

Mais Economia