PUBLICIDADE
IPCA
-0,31 Abr.2020
Topo

Importante no PIB, investimento despenca 14% em 2015, segundo ano de queda

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

03/03/2016 10h14Atualizada em 03/03/2016 10h33

Os investimentos despencaram 14,1% em 2015, no segundo ano seguido de queda, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (3) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em 2014, já haviam encolhido 4,5%.

Segundo o IBGE, o tombo dos investimentos se deve principalmente à queda das importações, afetadas pela alta do dólar, e da produção interna, principalmente na indústria da construção, que caiu 7,6% em 2015.

O investimento das empresas para produzir mais é um dos indicadores mais importantes do PIB (Produto Interno Bruto). Ele mostra a capacidade do país de continuar crescendo no futuro: quando uma empresa planeja aumentar a produção, ela investe em máquinas, transporte e infraestrutura, por exemplo.

Se esse índice cai, isso indica que os empresários não estão confiantes e, portanto, não pretendem ampliar a produção. Se as empresas não crescem, deixam de contratar trabalhadores e de produzir mais, fazendo com que a economia desacelere no longo prazo.

O corte de quase 15% dos investimentos no ano passado indica, portanto, que a economia brasileira não está se recuperando. 

Sete quedas seguidas

Considerando apenas o quarto trimestre de 2015, os investimentos recuaram 4,9% em relação ao trimestre anterior. É a sétima queda seguida nesse tipo de comparação. 

Na comparação com o quarto trimestre de 2014, o tombo atingiu 18,5%, pior resultado desde 1996, quando a pesquisa do IBGE começou a usar a atual metodologia. É a sétima queda seguida nessa comparação, na maior sequência negativa já registrada também desde 1996.

Entenda o que é o PIB e como ele é calculado

UOL Notícias

Investimentos