Bolsas

Câmbio

Economia encolhe 0,3% no 1º trimestre; em 12 meses, cai 4,7%, diz IBGE

Do UOL, em São Paulo

A economia brasileira encolheu 0,3% no primeiro trimestre deste ano em relação ao trimestre anterior, segundo os dados do PIB (Produto Interno Bruto).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2015, o PIB caiu 5,4%. Em 12 meses, acumula queda de 4,7%. 

Em valores correntes, o PIB no primeiro trimestre de 2016 alcançou R$ 1,47 trilhão.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (1º) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O resultado foi melhor que o esperado por analistas consultados pela agência de notícias Reuters, que apontavam queda de 0,8% na comparação com o trimestre anterior e de 6% sobre o primeiro trimestre de 2015.

É o quinto trimestre seguido de queda, na comparação com os trimestres imediatamente anteriores. Em 2015, o PIB encolheu 3,8%, com resultados negativos nos quatro trimestres do ano. Bastam dois trimestres seguidos de recuo para se considerar que um país está em recessão técnica.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o Brasil registra o oitavo trimestre consecutivo de queda do PIB. É a maior sequência de resultados negativos da série histórica, que começou em 1996. 

Todos os setores encolheram

Todos os setores da economia encolheram no primeiro trimestre, na comparação com o trimestre anterior.

A maior queda foi registrada na indústria (-1,2%), puxada por desempenhos ruins da extração mineral (-1,1%) e da construção (-1%).

O setor agropecuário encolheu 0,3%, e o de serviços, 0,2%, com queda de 1% no comércio.

Indústria despenca 7,3% em um ano

Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda mais acentuada também foi a da indústria (-7,3%). O ramo da transformação, que fornece equipamentos para outras indústrias, despencou 10,5%, com menor demanda dos setores automotivo, metalúrgico, de borracha e material plástico, de eletroeletrônicos e informática e de móveis. 
 
A extração mineral também teve um tombo, de 9,6%, influenciada pela queda na extração de ferro e de petróleo e gás. A construção caiu 6,2%.
 
O setor agropecuário teve queda de 3,7%, resultado afetado principalmente pelas safras de fumo, arroz e milho. A maior parte das culturas importantes no trimestre apontou queda de produtividade, segundo o IBGE.
 
A mesma queda, de 3,7%, foi registrada no setor de serviços, com destaque para o encolhimento de 10,7% do comércio.
 

O que é o PIB?

PIB é a soma de tudo o que é produzido no país. Os dados consideram a metodologia atualizada do cálculo.

Estimativas para o ano

O novo governo, do presidente interino Michel Temer, espera que o PIB encolha 3,8% neste ano.

A previsão está em acordo com estimativas de analistas de mercado consultados pelo Banco Central para o boletim Focus, que esperam queda de 3,81%, e com o FMI (Fundo Monetário Internacional), que prevê resultado negativo em 3,8%.

(Com agências de notícias

Entenda o que é o PIB e como ele é calculado

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos