Bolsas

Câmbio

Preços de material escolar em São Paulo variam até 457%, diz Procon

Do UOL, em São Paulo

Os preços de material escolar chegam a variar até 457,14% de uma loja para outra na capital paulista, segundo pesquisa da Fundação Procon-SP divulgada nesta terça-feira (3).

A pesquisa comparou os preços de 214 produtos, como lápis, caneta, caderno, giz de cera e borracha, em dez estabelecimentos de São Paulo.

A maior variação, de 457,14%, foi a de um lápis, que registrou o preço de R$ 1,95 na papelaria mais cara e de R$ 0,35 na mais barata.

Dos itens pesquisados nesse ano, 168 também estavam na pesquisa que o Procon-SP realizou no ano passado. Comparando somente esses 168 produtos, os preços dos materiais escolares subiram, em média, 12,97% de 2016 para 2017.

Dicas para economizar

O Procon-SP dá algumas orientações para os pais economizarem com a lista de material escolar. Veja algumas dicas abaixo:

  • Verifique se você já tem algum item da lista em casa, em condições de uso;
  • Veja se a lista contém material de uso coletivo, como de higiene e limpeza ou de escritório. A escola não pode pedir esse tipo de produto;
  • Tente se reunir com outros pais para uma compra coletiva. Algumas lojas dão desconto para compras em grande quantidade;
  • Evite materiais estampados com personagens infantis ou infanto-juvenis. Por serem licenciados, eles costumam ser mais caros que os outros.

Veja o que é proibido ser cobrado na lista de material escolar

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos