PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Nível de educação financeira precisa avançar, diz Roberto Campos Neto

O economista Roberto Campos Neto, indicado para assumir a presidência do Banco Central - Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
O economista Roberto Campos Neto, indicado para assumir a presidência do Banco Central Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

26/02/2019 11h19

Em sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal realizada hoje, o economista Roberto Campos Neto afirmou que o nível de educação financeira da sociedade precisa avançar. Ele foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para presidir o BC (Banco Central).

"Considero que duas maneiras interessantes de promover esse avanço são os programas de microcrédito e o estímulo ao cooperativismo", disse.

Segundo Campos Neto, o microcrédito permite o contato prático da população com conceitos financeiros em um ambiente que ele define como simplificado e de risco controlado.

Ele ainda declarou que as cooperativas de crédito trazem o cooperado para o centro das decisões, criam um ambiente para troca de experiências, estimulam o espírito empreendedor e introduz conceitos financeiros.

"Experiências internacionais demonstram o sucesso dessas políticas. Precisamos considerar exemplos bem-sucedidos e buscar adequá-los à realidade de nosso país e de cada uma de nossas regiões", disse.

Entenda o que é o spread e a relação com os juros pagos

UOL Notícias