PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

5G será essencial para retomada pós-crise, diz diretor-presidente da TIM

Do UOL, em São Paulo

20/04/2020 13h58

A tecnologia de conexão de internet 5G vai ser fundamental para a retomada da economia após a crise do novo coronavírus, na avaliação do diretor-presidente da TIM Brasil, Pietro Labriola. "Todo mundo está entendendo que você não pode ficar desconectado. Até hoje todo mundo só falava sobre o preço, ninguém falava da qualidade."

Labriola participa do debate promovido pelo UOL que reúne os executivos que comandam seis empresas gigantes do país nos setores automobilístico, de aviação, beleza, consumo, telefonia, varejo e automobilístico. O grupo discute os desafios que os negócios no Brasil enfrentam com a pandemia do coronavírus.

Para ele, as necessidades criadas em razão do combate à pandemia anteciparam um modelo de home office que empresas previam apenas para 2024. "[Era para o futuro] porque não temos a coragem digital. O que tivemos é que mudar do dia para noite. O que faltava era coragem, a tecnologia está funcionando."

Por isso, Labriola avalia que a definição sobre home office a partir de agora "vai ser chave para a retomada da economia".

"O 5G vai ser fundamental. Com o 5G, você não teria o problema da telemedicina. Você conseguiria fazer uma tomografia à distância", disse. "O 5G não é um serviço para os operadores, é um fator habilitante para o desenvolvimento da economia."

Também participam do debate Artur Grynbaum, CEO do Grupo Boticário, John Rodgerson, presidente da Azul, Pablo Di Si, CEO da Volkswagen do Brasil e América Latina, Juliana Azevedo, presidente da P&G Brasil, e Roberto Fulcherberguer, CEO da Via Varejo (Casas Bahia/Ponto Frio).