PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Dólar fecha quase estável, vendido a R$ 5,328; Bolsa sobe 1,7%

Do UOL, em São Paulo*

25/06/2020 17h08

O dólar comercial fechou o dia de hoje (25) praticamente estável, com leve alta de 0,06%, cotado a R$ 5,328 na venda. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileiro, terminou o pregão com alta de 1,7%, a 95.983,09 pontos.

Ontem (24) o dólar comercial tinha subido 3,33%, negociado por R$ 5,325, enquanto o Ibovespa teve queda de 1,66%.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

PIB dos EUA dentro do esperado

Uma alta nos casos de covid-19 em várias áreas dos Estados Unidos causou temores sobre segunda onda da doença, que poderia provocar a volta de bloqueios econômicos prejudiciais à atividade. Porém, dados nos EUA acalmaram os nervos dos mercados momentaneamente, com o PIB do primeiro trimestre ficando em linha com as expectativas.

Luciano Rostagno, estrategista-chefe do banco Mizuho, explicou que "os dados, em certa medida, estão diminuindo as preocupações que a gente viu com o aumento de casos de coronavírus nos EUA, ajudando a reduzir temores sobre uma recuperação mais lenta".

Ainda assim, as consequências econômicas da pandemia nos EUA persistem, impedindo recuperação definitiva no apetite por risco. A demanda fraca está forçando empregadores norte-americanos a demitir trabalhadores, mantendo o número de novos pedidos de auxílio-desemprego extraordinariamente alto mesmo com a reabertura das empresas.

Projeção pior para PIB brasileiro

Enquanto isso, no Brasil, o Banco Central piorou sua projeção para o PIB em 2020, vendo agora retração de 6,4%, ante crescimento zero calculado em março, refletindo profundo impacto da crise do coronavírus na atividade.

Ao mesmo tempo, o IPCA-15, considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,02% em junho, sobre baixa de 0,59% no mês anterior, segundo o IBGE. Economistas estimavam queda de 0,08%.

Investidores ainda repercutem aprovação na véspera pelo Senado do projeto que atualiza o marco legal do saneamento básico, que segue à sanção presidencial.

O fraco desempenho econômico brasileiro, somado a incertezas políticas locais e a um cenário de juros baixos, tem sido apontado por analistas como fator de impulso para o dólar, que acumula ganho de 33% contra o real em 2020.

Intervenção do BC

Neste pregão, o Banco Central vendeu o total da oferta de 12 mil contratos de swap tradicional para novembro de 2020 e fevereiro de 2021, para rolagem de contratos. O BC também vendeu oferta integral de US$ 1,5 bilhão em leilão com compromisso de recompra, operação para rolagem do vencimento 2 de julho de 2020.

*Com Reuters

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.

Cotações