PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Quais parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 ainda faltam ser pagas?

Caio Rocha/Framephoto/Estadão Conteúdo
Imagem: Caio Rocha/Framephoto/Estadão Conteúdo

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

10/07/2020 17h34

O auxílio emergencial de R$ 600 foi sendo liberado aos poucos e, por isso, a quantidade de parcelas que ainda faltam ser pagas varia conforme o lote em que o beneficiário foi incluído.

Para dar o direito ao benefício, a Dataprev analisa os cadastros e informa para a Caixa quem são os aprovados. Cada lote de aprovados tem seu próprio calendário de pagamento. Alguns já receberam três parcelas, outros ainda estão na primeira.

O lote de aprovados do mês de abril, por exemplo, teve a terceira parcela depositada em conta poupança da Caixa entre 27 de junho e 4 de julho. Nesse caso, o governo precisa pagar mais duas parcelas, mas ainda não informou quando isso acontecerá. Já os aprovados em junho tiveram o depósito em conta da primeira parcela do auxílio, mas faltam outras quatro.

Ao todo, o governo pagará cinco parcelas para os aprovados.

Veja a situação do seu lote de pagamentos

O pagamento do auxílio emergencial segue dois calendários diferentes. Primeiro, os depósitos são feitos em poupança digital, e o dinheiro só pode ser usado para pagamento de boletos e compras online, por exemplo (não pode ser sacado diretamente). Em um segundo calendário, o dinheiro é liberado para saque e transferência, tudo de acordo com o mês de aniversário do trabalhador.

Entenda quais são os lotes de pagamento do governo e quantas parcelas ainda faltam ser pagas em cada um dos casos:

Lote 1

  • Quem são: aprovados em abril
  • Qual a situação: receberam a 3ª parcela em conta poupança entre 27 de junho e 4 de julho, de acordo com o mês de aniversário. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro, também conforme o mês de nascimento
  • Quais parcelas faltam receber: 4ª e 5ª. As datas de pagamento ainda não foram divulgadas.

Lote 2

  • Quem são: aprovados em maio
  • Qual a situação: receberam a 2ª parcela em conta poupança entre 27 de junho e 4 de julho, de acordo com o mês de aniversário. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro, também conforme o mês de nascimento
  • Quais parcelas faltam receber: 3ª, 4ª e 5ª. As datas de pagamento ainda não foram divulgadas.

Lote 3

  • Quem são: aprovados no início de junho
  • Qual a situação: receberam a 1ª parcela em conta poupança em 16 ou 17 de junho. Saques da 1ª parcela começaram a ser liberados em 6 de julho e terminam em 14 de julho, de acordo com o mês de aniversário
  • Quantas parcelas faltam receber: 2ª, 3ª, 4ª e 5ª. As datas de pagamento ainda não foram divulgadas.

Lote 4

  • Quem são: aprovados no fim de junho
  • Qual a situação: receberam a 1ª parcela em conta poupança entre 27 de junho e 4 de julho, de acordo com o mês de aniversário. Saques serão liberados entre 18 de julho e 19 de setembro, também conforme o mês de nascimento
  • Quantas parcelas faltam receber: 2ª, 3ª, 4ª e 5ª. As datas de pagamento ainda não foram divulgadas.

Bolsa Família tem calendário diferente

A regra não vale para quem é do Bolsa Família e tem direito ao auxílio. Essas pessoas não acumulam os dois pagamentos (recebem apenas o que for mais vantajoso) e o saque é autorizado conforme o calendário do Bolsa Família, que leva em conta o dígito final do NIS (Número de Identificação Social).

Há mais beneficiários em análise

Além desses lotes, há ainda mais um grupo que pediu o auxílio emergencial até o dia 2 de julho e que ainda aguarda a análise do governo. Ainda não foram divulgadas as datas dos pagamentos para esse grupo.