PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Boeing anuncia fim da produção do Jumbo 747 em 2022

Boeing 747 da companhia aérea Lufthansa - Divulgação
Boeing 747 da companhia aérea Lufthansa Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

29/07/2020 10h11Atualizada em 29/07/2020 11h19

A Boeing informou hoje que vai encerrar a produção do avião modelo 747, conhecido como Jumbo, em 2022. A aeronave era produzida há mais de 50 anos e já foi o maior avião de passageiros do mundo.

Em carta aberta enviada aos funcionários, a empresa norte-americana afirmou que a decisão foi tomada com base na "dinâmica e nas perspectivas do mercado atual".

"O mercado simplesmente não suportará níveis maiores de produção neste momento, e nós temos de nos adaptar a isso", disse o presidente da Boeing, Dave Calhoun, na carta.

A fabricante disse ainda que seguirá dando suporte técnico aos compradores do 747 mesmo após o término da produção.

Pandemia acelerou aposentadoria

A empresa, assim como outras fabricantes de aviões, foi fortemente impactada pela pandemia do coronavírus, que provocou o fechamento de diversas rotas internacionais e adiou planos das companhias aéreas.

No entanto, as vendas do modelo 747 vinham caindo antes mesmo da pandemia. Empresas como a holandesa KLM e a australiana Qantas já haviam anunciado que aposentariam seus Jumbos e os trocariam por aviões mais econômicos e eficientes.

Na visão de analistas, a crise do coronavírus acelerou a decisão da Boeing de encerrar a produção do 747.