PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Família cogita vender operação da C&A no Brasil, diz jornal

Loja C&A teve prejuízo na pandemia e está se recuperando - Divulgação
Loja C&A teve prejuízo na pandemia e está se recuperando Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL

19/10/2020 16h19

A família Brenninkmeijer, que controla a loja C&A no Brasil, cogita vender essa parte da operação. De acordo com o jornal Valor Econômico, o objetivo é concentrar os negócios apenas na Europa.

A família tinha operações na China e no México, mas se desfez dessas operações recentemente. E agora já teria avisado a fundos estrangeiros que está aberta a negociações.

A venda poderia ter acontecido em 2019, segundo apurou o jornal. Houve uma negociação que não avançou por causa do preço.

Depois a pandemia causou uma forte desvalorização e interrompeu os planos de venda. Mas as ações da C&A na Bolsa de Valores, que estão listadas desde 2019, voltaram a subir com a retomada das atividades econômicas. Então os planos de venda foram reativados.

A C&A tem matriz na Holanda e opera em 18 países, sendo a maioria na Europa. No Brasil, de acordo com um relatório da Nord Research, é a quarta maior varejista de moda em número de lojas (288) e terceira maior em receita (R$ 1,2 bilhão até junho de 2020).

A C&A foi procurada pelo jornal Valor Econômico, mas disse que "não comenta rumores ou especulações de mercado".

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado pela home-page, as ações da C&A estão listadas na Bolsa de Valores desde 2019, e não 2009. A informação foi corrigida