PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Zuckerberg desembolsa R$ 288 milhões e expande compra de terras no Havaí

Mark Zuckerberg e Priscilla Chan - Reprodução/CBS
Mark Zuckerberg e Priscilla Chan Imagem: Reprodução/CBS

Do UOL, em São Paulo

02/05/2021 09h58

O casal Mark Zuckerberg, dono e cofundador do Facebook, e Priscilla Chan expandiram ainda mais a compra de terrenos no Havaí e aumentaram a insatisfação de moradores do arquipélago, que veem a dupla como "colonizadores".

O empresário e a médica desembolsaram US$ 53 milhões (R$ 288 milhões) e compraram mais 600 acres (243 hectares, aproximadamente) de terra na ilha de Kauai. Segundo o jornal Pacific Business News, o terreno pertencia a uma organização social local.

Agora, Zuckerberg e Chan são proprietários de 1.300 acres na ilha de Kauai, onde começaram a comprar terrenos em 2014, conforme noticiou o jornal New York Post.

Mas, a cada acre comprado pela dupla bilionária, a insatisfação de nativos da ilha aumenta. Com mais de um milhão de assinaturas, uma petição online organizada por moradores pedem que o dono do Facebook pare de "colonizar" a ilha.

"Mark Zuckerberg é o sexto homem mais rico do mundo e ele está processando os nativos havaianos em Kauai por suas terras para que ele possa construir uma mansão", diz um trecho do pedido de assinatura da petição.

Em 2017, o bilionário acionou moradores da ilha na justiça para comprar terrenos de milhares de quilômetros quadrados que pertencem a nativos havaianos desde o século XIX. Os donos das terras teriam morrido sem deixar herdeiros, por isso o interesse do casal em adquirir os espaços. Ele desistiu dos processos em 2019.

Errata: o texto foi atualizado
Priscilla Chan não é cofundadora do Facebook, mas sim da Chan Zuckerberg Initiative. A matéria foi corrigida.