PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Plataforma de emissão de notas fiscais da Prefeitura de SP fica fora do ar

Site para emissão de notas fiscais da Prefeitura de São Paulo está fora do ar - Reprodução
Site para emissão de notas fiscais da Prefeitura de São Paulo está fora do ar Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

17/11/2021 20h00

A plataforma para emissão de notas fiscais da Prefeitura de São Paulo está fora do ar hoje e usuários reclamam de instabilidade nas redes sociais. No site do Nota do Milhão, a informação é de que o sistema está "em manutenção para atualizações e passa por instabilidade".

Segundo a Secretaria Municipal da Fazenda, a nota é emitida para atividades como estacionamentos, academias, creches, colégios, escolas particulares, faculdades, lavanderias, cursos de idiomas, cabeleireiros, hotéis e motéis, entre outros.

A plataforma é utilizada por consumidores de serviços na capital, que podem solicitar a nota nos estabelecimentos. O programa está substituindo o antigo sorteio do programa Nota Fiscal Paulistana.

Pelas redes sociais, alguns usuários reclamam que a instabilidade estaria acontecendo desde sábado (13). Outros relatam dificuldades para usar o serviço há três dias:

Algumas pessoas também pedem que a prefeitura dê um "prazo real" para retorno do site. Isso porque, segundo relatos, o sistema indica diferentes horários ao longo do dia para reestabelecimento do serviço.

O que diz a prefeitura

A Prefeitura de São Paulo informou, por meio de nota, que durante o fim de semana e feriado, de 13 a 15 de novembro, "houve uma manutenção para atualização de diversos sistemas da Secretaria". No entanto, teria sido constatada uma instabilidade ontem "que persiste" hoje.

Segundo a Secretaria Municipal da Fazenda, técnicos da empresa responsável pela hospedagem do sistema da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica "seguem atuando para que o sistema da nota seja estabilizado o mais breve possível".

"Apesar dos eventuais transtornos operacionais que o problema da instabilidade do sistema possam acarretar aos prestadores de serviço, a Secretaria Municipal da Fazenda destaca que os contribuintes têm um prazo de dez dias para emissão da nota, logo poderão fazê-la quando da normalização do acesso", diz a nota.

PUBLICIDADE