PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Preço médio da gasolina passa dos R$ 7 no RJ; veja valores por estado

iStock
Imagem: iStock

Giulia Fontes

Do UOL, em São Paulo

17/01/2022 15h20Atualizada em 17/01/2022 15h34

O preço médio da gasolina comum nos postos passou dos R$ 7 no Rio de Janeiro na semana passada, segundo pesquisa divulgada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Em outros quatro estados —Acre, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Goiás —o valor passou dos R$ 6,90, de acordo com o mesmo levantamento.

O preço da gasolina divulgado pela ANP é uma média obtida em vários postos, ou seja, os motoristas podem encontrar na bomba valores maiores ou menores, dependendo do lugar onde forem abastecer. No período analisado, entre 9 e 15 de janeiro, por exemplo, a agência encontrou o litro de gasolina a R$ 7,899 em Angra dos Reis (RJ) —o mais caro do Brasil.

Preço médio da gasolina

  • Rio de Janeiro: R$ 7,136
  • Acre: R$ 6,994
  • Rio Grande do Norte: R$ 6,962
  • Minas Gerais: R$ 6,938
  • Goiás: R$ 6,923
  • Tocantins: R$ 6,848
  • Distrito Federal: R$ 6,827
  • Piauí: R$ 6,794
  • Bahia: R$ 6,791
  • Espírito Santo: R$ 6,746
  • Pará: R$ 6,73
  • Rondônia: R$ 6,719
  • Sergipe: R$ 6,65
  • Amazonas: R$ 6,59
  • Pernambuco: R$ 6,59
  • Ceará: R$ 6,586
  • Mato Grosso: R$ 6,526
  • Alagoas: R$ 6,524
  • Rio Grande do Sul: R$ 6,509
  • Santa Catarina: R$ 6,505
  • Mato Grosso do Sul: R$ 6,489
  • Paraíba: R$ 6,486
  • Roraima: R$ 6,408
  • Maranhão: R$ 6,39
  • São Paulo: R$ 6,339
  • Paraná: R$ 6,335
  • Amapá: R$ 5,859

Fonte: ANP

Preço médio do diesel

Para o diesel, o valor médio mais caro por litro foi registrado no Acre (R$ 6,506). O preço máximo, porém, foi registrado em Pindamonhangaba (SP): a ANP encontrou o combustível sendo vendido a R$ 6,905 no município.

Veja o preço médio por estado:

  • Acre: R$ 6,506
  • Pernambuco: R$ 5,8
  • Mato Grosso: R$ 5,773
  • Pará: R$ 5,763
  • Rondônia: R$ 5,748
  • Ceará: R$ 5,737
  • Roraima: R$ 5,618
  • Rio Grande do Norte: R$ 5,587
  • Bahia: R$ 5,584
  • Sergipe: R$ 5,575
  • Goiás: R$ 5,515
  • Amapá: R$ 5,514
  • Piauí: R$ 5,51
  • Minas Gerais: R$ 5,434
  • Distrito Federal: R$ 5,423
  • Maranhão: R$ 5,422
  • Tocantins: R$ 5,415
  • Alagoas: R$ 5,408
  • Santa Catarina: R$ 5,38
  • Paraíba: R$ 5,368
  • São Paulo: R$ 5,366
  • Mato Grosso do Sul: R$ 5,363
  • Amazonas: R$ 5,328
  • Rio Grande do Sul: R$ 5,328
  • Rio de Janeiro: R$ 5,266
  • Espírito Santo: R$ 5,182
  • Paraná: R$ 5,171

Fonte: ANP

Preço médio do etanol

A pesquisa da ANP mostrou que, na semana passada, o preço médio mais alto para o etanol era o praticado no Rio Grande do Sul (R$ 6,466). No mesmo estado, a agência encontrou o combustível sendo vendido a R$ 7,699 o litro, em Caxias do Sul.

Veja o preço médio por estado:

  • Rio Grande do Sul: R$ 6,466
  • Pará: R$ 6,164
  • Acre: R$ 6,139
  • Santa Catarina: R$ 6,072
  • Roraima: R$ 6,01
  • Rio de Janeiro: R$ 6
  • Amapá: R$ 5,96
  • Rondônia: R$ 5,908
  • Distrito Federal: R$ 5,881
  • Tocantins: R$ 5,869
  • Espírito Santo: R$ 5,768
  • Maranhão: R$ 5,732
  • Rio Grande do Norte: R$ 5,678
  • Ceará: R$ 5,58
  • Bahia: R$ 5,408
  • Piauí: R$ 5,326
  • Amazonas; R$ 5,318
  • Minas Gerais: R$ 5,247
  • Mato Grosso do Sul: R$ 5,228
  • Pernambuco: R$ 5,162
  • Sergipe: R$ 5,128
  • Alagoas: R$ 5,117
  • Paraná: R$ 5,112
  • Paraíba: R$ 5,023
  • Goiás: R$ 4,98
  • São Paulo: R$ 4,869
  • Mato Grosso: R$ 4,667

Fonte: ANP

Preço da Petrobras e impostos

Na semana passada, a Petrobras anunciou um novo aumento no preço da gasolina e do diesel que saem das refinarias. Para a gasolina, a alta média foi de 4,85%; para o diesel, de 8,08%.

Também na semana passada, os estados decidiram acabar com o congelamento dos valores do ICMS, que estava em vigor desde o final de outubro. Com isso, a base de cálculo do imposto deve aumentar a partir de fevereiro, o que vai subir, também, o valor do tributo.

Os combustíveis foram itens que pesaram na inflação do ano passado, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O etanol teve alta de 62,23%; a gasolina, de 47,49%; e o diesel, de 46,04%. O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) fechou 2021 em 10,06%.