PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Trocar Guimarães por mulher parece manobra política, diz ex-chefe da Caixa

Colaboração para o UOL

29/06/2022 18h50

A ex-presidente da Caixa Econômica Federal Miriam Belchior disse nesta quarta-feira (29) que substituir Pedro Guimarães por uma mulher na presidência da instituição é uma "manobra política".

Guimarães, acusado de assédio sexual e moral por funcionárias do banco, oficializou, em carta, o seu pedido de demissão do cargo. Conforme noticiou mais cedo a coluna de Carla Araújo, do UOL, o presidente Jair Bolsonaro (PL) escolheu Daniella Marques, atual secretária especial de Produtividade e Competitividade, para substituir Guimarães.

"Escolher uma mulher tem cara de manobra política, em função da situação vivida por Bolsonaro, e o que tem pela frente na campanha eleitoral", avaliou Miriam em entrevista ao UOL News. Hoje, a rejeição ao mandatário é maior entre as mulheres.

Para a ex-presidente do banco, Daniella Marques terá de mostrar em que lado está.

"Parece que ela não vai fazer de tudo para investigar o que aconteceu com as mulheres na Caixa. Mas, se for nomeada, [espero que] escolha o lado certo da história e que não coloque as coisas para debaixo do tapete", afirmou.

Ainda ao UOL News, Miriam disse acreditar que o comportamento de Jair Bolsonaro e a forma como trata as mulheres "dá um sinal verde" para que sua equipe possa agir da mesma maneira.