IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Pix bate recorde de transações após pagamento da 1ª parcela do 13º salário

Lançado em 2020, o Pix é o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central - André Luís Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Lançado em 2020, o Pix é o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central Imagem: André Luís Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

01/12/2022 09h52Atualizada em 01/12/2022 10h07

O Pix, sistema de pagamento eletrônico instantâneo, bateu recorde de transações no último dia para o pagamento da primeira parcela do 13º salário. Foram realizadas 99,4 milhões de transações na quarta-feira (30), segundo o Banco Central.

O recorde anterior foi alcançado em 7 de outubro de 2022, com 93,6 milhões de transações feitas num único dia.

O Pix é o meio de pagamento eletrônico mais usado no Brasil desde o final de 2021. Lançado em 16 de novembro de 2020, o Pix possibilita transferências praticamente instantâneas e sem taxa para as pessoas físicas.

O Banco Central diz que hoje existem mais de 523 milhões de chaves Pix ativas e pelo menos 130 milhões de pessoas já usaram a tecnologia. Dessas, 64 milhões de pessoas não usavam a TED para a transferência de dinheiro entre contas.

Em 2021, o Banco Central lançou as modalidades Pix Saque e Pix Troco. No Pix Saque, a pessoa pode ir a um estabelecimento comercial que aceita o sistema, fazer um Pix e receber o valor em dinheiro. Já no caso do Pix Troco, o cliente faz o pagamento de uma compra com Pix, mas transfere um valor superior ao total da compra, recebendo o troco em dinheiro.