IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Marinho: Lula elevará mínimo a R$ 1.320 em 1º de Maio e prevê ida a festa

Do UOL, em São Paulo

27/04/2023 20h30Atualizada em 27/04/2023 21h18

O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, disse hoje que o presidente Lula (PT) elevará o salário mínimo para R$ 1.320 no dia 1º de Maio por uma nova medida provisória.

O que aconteceu:

Marinho afirmou que Lula assinará a mudança "a qualquer momento" entre hoje e o Dia do Trabalhador, data significativa para o presidente e seu partido.

O valor atual do salário mínimo é de R$ 1.302; o aumento previsto é de R$ 18.

O presidente "deve participar em 1º de Maio do ato no Anhangabaú, na capital paulista. Deve porque não está confirmado, mas há disposição dele", disse Marinho.

Hoje, houve reunião do ministro com lideranças sindicais para tratar do salário mínimo. "Foi um processo de negociação", falou Marinho. Os sindicalistas também são os organizadores da festa no Anhangabaú.

O governo disse ainda que haverá um projeto de lei com uma "política de valorização permanente do salário mínimo".

O reajuste de R$ 18 garante um aumento real de 2,8% em 2023. Em meados de dezembro do ano passado, o governo de Jair Bolsonaro (PL) publicou uma medida provisória para fixar o salário mínimo a R$ 1.302, valor atual.

O governo Lula ainda não deixou claro de onde virá o dinheiro para bancar o aumento, que deve ficar em torno de R$ 5 bilhões.

A previsão para o mínimo em 2024 é de R$ 1.389. A expectativa é que, com o retorno da política de valorização do salário mínimo, o piso seja reajustado anualmente para ganhos reais, ou seja, além da inflação —a medida foi excluída durante a gestão Bolsonaro.