PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Cotações


Índices da China despencam 3% com isolamento de Wuhan por surto de vírus

Getty Images
Imagem: Getty Images

23/01/2020 07h35

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China recuaram cerca de 3% nesta quinta-feira (23), maior queda em quase nove meses, uma vez que os investidores se desfizeram de ações relacionadas a restaurantes, cinemas, companhias aéreas e parques temáticos após o isolamento da cidade de Wuhan para conter o coronavírus.

Autoridades de Wuhan, epicentro do surto do novo coronavírus que matou 17 e infectou quase 600 pessoas, fecharam as redes de transporte urbano e suspenderam voos.

As medidas drásticas assustaram investidores, que buscaram segurança nos títulos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 3,1%, na maior perda diária em quase nove meses. O índice de Xangai teve queda de 2,75%.

O CSI300 marcou sua pior semana desde maio de 2019, enquanto o índice de Xangai teve a maior queda na semana desde agosto do ano passado. Os mercados financeiros da China ficarão fechados a partir de sexta-feira (24) para o feriado de uma semana do Ano Novo Lunar.

As vendas se intensificaram à tarde conforme chegavam notícias sobre novos casos de infecção na China, e sobre o cancelamento de eventos de entretenimento.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,98%, a 23.795 pontos
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 1,52%, a 27.909 pontos
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 2,75%, a 2.976 pontos
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 3,1%, a 4.003 pontos
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,93%, a 2.246 pontos
  • Em Taiwan, o índice Taiex permaneceu fechado
  • Em Singapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 0,6%, a 3.234 pontos
  • Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,63%, a 7.088 pontos

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Cotações