PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Rússia reduz taxa de juros a 6% e diz que ainda há possibilidade de mais cortes em 2020

07/02/2020 09h51

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia reduziu sua principal taxa de juros a 6,00% nesta sexta-feira, cortando o custo dos empréstimos pela sexta reunião consecutiva em meio à desaceleração da inflação, e disse que um novo corte é possível em uma próxima reunião.

O corte ficou em linha com a expectativa, surpreendendo aqueles que esperavam que o banco central deixasse os juros inalterados em meio à maior volatilidade do mercado global e aos riscos de maiores gastos estatais sob um novo governo russo.

Em uma pesquisa da Reuters no final do mês passado, a maioria dos analistas previu que o banco central cortaria a taxa em 25 pontos-base.

"Se a situação se desenvolver de acordo com a previsão básica, o Banco da Rússia mantém aberta a perspectiva de mais reduções de juros nas próximas reuniões", afirmou o banco central em comunicado.

O banco central disse que reduziu os juros porque a "desaceleração da inflação está superando a expectativa".

A inflação enfraqueceu a 2,4% em janeiro, tendo caído abaixo de sua meta de 4% há várias semanas.

(Por Andrey Ostroukh)

PUBLICIDADE