PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Minha preocupação é se vamos conseguir avançar com reformas, diz Mansueto

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida - Adriano Machado/Reuters
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida Imagem: Adriano Machado/Reuters

De Marcela Ayres

Em Brasília

14/05/2020 11h57

O secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, afirmou hoje que o que o preocupa é se o país irá conseguir criar consenso político para avançar com as reformas que são necessárias.

Ao falar em audiência pública no Congresso transmitida virtualmente, ele ponderou que uma dívida de 90% do Produto Interno Bruto (PIB) —patamar que o Brasil irá alcançar e eventualmente até passar neste ano— é muito alta para um país que não cresce, ou cresce 1% ao ano.

Para engatar uma retomada mais forte, ele insistiu que o país deverá se engajar em reformas, como a tributária e a modernização de marcos regulatórios.

Mansueto admitiu ver investidores preocupados com quebra do Brasil, mas ele afirmou que isso não faz sentido pois o futuro do país depende de decisões que ainda serão tomadas.

"É muito importante que os investidores tenham a certeza que país vai, ao longo do tempo, gradualmente, conseguir pagar sua dívida, conseguir controlar o crescimento da sua dívida em relação ao tamanho da economia. Por isso que é tão importante crescer", disse.

"E para nós crescermos nós vamos precisar fazer várias reformas no país. Há consenso para todas as reformas? É claro que não há consenso para todas as reformas que o país precisa fazer, mas isso faz parte do bom e desejável diálogo político."