PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Apenas 15 anos após 1º voo, Airbus já começa a construir o último A380

Fuselagem do último A380 é transportada para a fábrica da Airbus em Toulouse - Reprodução/Twitter
Fuselagem do último A380 é transportada para a fábrica da Airbus em Toulouse Imagem: Reprodução/Twitter

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/06/2020 04h00

O fim do maior avião de passageiros do mundo está cada vez próximo. Enquanto algumas companhias aéreas aposentam seus aviões do modelo A380, a Airbus já iniciou a produção da última unidade, que deverá ser entregue no ano que vem. O avião teve uma vida curta, de apenas 15 anos: o primeiro voo de teste foi em 2005, e o primeiro voo comercial em 2007.

O fim da produção do A380 já havia sido anunciado em fevereiro do ano passado por conta de seu fracasso comercial. Fruto de um investimento estimado em cerca de US$ 20 bilhões, o modelo recebeu apenas 251 pedidos firmes. A situação ficou ainda mais complicada quando a Emirates substituiu o pedido de 39 A380 por 40 A330neo e 30 A350.

Assim que teve início a crise na aviação por conta da pandemia do novo coronavíus, uma das primeiras atitudes das companhias aéreas que operam o modelo foi deixar todas as suas unidades em solo. O A380 só é viável se voar com alta ocupação devido aos custos de operação. Com poucos passageiros, o prejuízo do A380 só aumenta. Nesse caso, a melhor alternativa para as companhias aéreas é substituir o modelo por aviões menores e mais econômicos.

A380 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Em muitos mercados, o A380 não deve nem mesmo retornar aos voos. A Air France, que tem dez aviões do modelo, já anunciou que decidiu pela aposentadoria definitiva do modelo. Na Qatar, a previsão é que o modelo só volte a operar daqui a um ano.

Maior operadora de A380 do mundo, a Emirates também tem adiado o retorno do modelo. A empresa já recebeu 115 unidades do modelo e neste mês aposentou um de seus aviões. A aeronave já apareceu no aeroporto de Dubai sem a pintura da companhia aérea.

Última unidade em produção

Na fábrica da Airbus, a empresa já deu início à produção do último A380. Muitas peças do avião já se encontram na fábrica da Airbus em Toulouse, na França. Na última semana, foi a vez de as partes da fuselagem do maior avião de passageiros do mundo serem enviadas para a montagem final do último avião do modelo.

O transporte da fuselagem entre as cidades de Saint-Nazaire e Toulouse, distantes a cerca de 500 quilômetros, deve durar 20 dias. A viagem é feita de caminhão, barco e novamente caminhão. Para o transporte, a fuselagem é dividida em diversas partes.

A previsão é que a produção do último A380 termine somente no ano que vem na fábrica da Airbus em Toulouse. A aeronave deverá ser entregue à companhia aérea Emirates.

Outros aviões do modelo também estão em produção. Segundo a Airbus, das 251 unidades encomendadas, 242 já foram entregues e duas já estão totalmente fora de operação. Os últimos dados foram atualizados em maio.

Todos a Bordo