PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Todos a Bordo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Avião de Leila, do Palmeiras, custa R$ 300 mi e já ajudou Abel Ferreira

Leila Pereira, presidente do Palmeiras, no avião de propriedade da sua empresa, a Crefipar (dona da Crefisa) - Twitter/leilapereiralp
Leila Pereira, presidente do Palmeiras, no avião de propriedade da sua empresa, a Crefipar (dona da Crefisa) Imagem: Twitter/leilapereiralp

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/02/2022 04h00

Durante a final do Mundial de Clubes, que ocorreu no dia 12 de fevereiro em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), Leila Pereira, presidente do Palmeiras, viajou para acompanhar o time em um avião particular do modelo Falcon 8X.

O jatinho, de matrícula PR-JRY, está registrado em nome da Crefipar, holding que controla a Crefisa, de propriedade da bilionária e de seu marido, José Roberto Lamacchia.

O preço inicial do modelo gira em torno de US$ 59 milhões (R$ 300 milhões), e ele consegue voar até cerca de 12 mil km sem precisar parar para reabastecer. Isso é bem mais que os modelos Boeing 737 Max 8 (6.570 km) e Airbus A320neo (6.390 km), vistos com frequência pelos aeroportos brasileiros.

Partindo de São Paulo, o Falcon 8X consegue chegar a Londres (Inglaterra), Nova York (EUA), ou qualquer país da América do Sul e África sem precisar parar. Sua velocidade é de 685 km/h, e ele pode voar a uma altitude de até 15.545 metros levando 14 pessoas a bordo.

No Mundial

A viagem de Leila foi feita em escalas até Abu Dhabi, sede do Mundial. Segundo os registros de voo do avião, ele partiu de São Paulo, fez uma escala em Cabo Frio (RJ) e partiu com destino a Paris (França) no dia 31 de janeiro.

Dali, no dia 4 de fevereiro, a aeronave partiu rumo a Abu Dhabi, onde permaneceu até o dia 13 de fevereiro. O retorno foi feito via Lisboa, decolando no dia 14 com destino a São Paulo.

A serviço do clube

Abel - Reprodução - Reprodução
Técnico Abel Ferreira viajou a Portugal em jato cedido por Leila
Imagem: Reprodução

Graças à autonomia intercontinental do Falcon 8X, foi possível que o técnico Abel Ferreira visitasse sua família em Portugal em março de 2021. Diante da dificuldade do técnico em conseguir um voo para a Europa, a presidente do clube (então conselheira) emprestou o avião para que Abel pudesse viajar para a Europa.

"Quando eu soube da dificuldade do Abel em viajar para Portugal, ofereci nosso avião. Fico muito feliz em poder contribuir para que nosso técnico encontre sua família em um momento tão complicado para todos nós", disse Leila à época.

Interior personalizável

O interior do avião da Crefipar usado por Leila é de cor clara, com detalhes dourados. A fabricante Dassault oferece um design de fábrica com três espaços separados no interior, podendo conter um chuveiro na parte de trás e uma área de descanso para a tripulação na parte da frente.

Ainda é possível configurá-lo com um quarto privativo, cama, sofás e sala de jantar, dependendo do que o proprietário quiser e puder pagar.

Um dos diferenciais é o interior silencioso do Falcon 8X. Com todos os motores acionados, o ruído na cabine de passageiros é de aproximadamente 49 decibéis, o equivalente a uma conversa com a voz em tom normal.

Trijato

Falcon 8x - Divulgação/Dassault - Divulgação/Dassault
Falcon 8X, da fabricante francesa Dassault
Imagem: Divulgação/Dassault

Diferente da maioria dos aviões observados nos aeroportos mundo afora, que possuem um, dois ou quatro motores, o Falcon 8X é um trijato, ou seja, possui três motores. Isso se deve em grande parte ao projeto do modelo, o que permite uma maior segurança em caso de falha de um dos motores.

Com essa configuração, o avião se torna mais confiável para, por exemplo, realizar viagens intercontinentais, sobrevoando o oceano com mais um fator de segurança, podendo voar com apenas dois motores se for necessário. Como ficam na parte de trás, longe da cabine principal, isso contribui para que o interior do avião seja mais silencioso.

Paixão

A empresária aparece em diversas fotos nas suas redes sociais em seu avião. Em um dos registros mais recentes, ela escreveu "Partiu Montevidéu!! ??", local onde foi realizada a final da Libertadores da América de 2021.

À época, o time se sagrou campeão da disputa, e tinha viajado para o país em um voo da Gol fretado com a numeração G3-9920, uma alusão aos anos que o alviverde havia conquistado a competição até então: 1999 e 2020.

Wewerton - Reprodução - Reprodução
Weverton, do Palmeiras, em avião de Leila Pereira
Imagem: Reprodução

Sempre que é necessário, o avião da empresária é utilizado para ajudar o Palmeiras. Além do técnico Abel Ferreira, jogadores e diretores do clube também já voaram no Falcon 8X da empresária.

Em outubro de 2020, o vice-presidente Paulo Buosi e o então diretor de futebol Anderson Barros viajaram com Leila no avião da empresária rumo ao Equador. O objetivo era tentar fechar a contratação do técnico Miguel Ángel Ramírez.

Em novembro daquele mesmo ano, o avião fez uma peregrinação para garantir a presença dos jogadores Weverton e Gustavo Gómez em uma partida contra o Ceará. O avião buscou Weverton no Uruguai e, na sequência, Gustavo Gómez embarcou no Paraguai com destino a Fortaleza (CE).

Ambos os esportistas participaram de jogos com as respectivas seleções de cada país nos dias que antecederam a partida do Palmeiras.

Ficha técnica

Valor base: A partir de US$ 59 milhões
Passageiros (configuração padrão): 12 (mais dois tripulantes)
Alcance (distância máxima voada): 11.945 km
Velocidade máxima: 685 km/h
Altitude máxima de voo: 15.545 metros
Comprimento: 24,46 m
Altura: 7,94 m
Envergadura (distância de uma ponta a outra da asa): 26,29 m
Peso máximo de decolagem: 33 toneladas

Falcon 8x - Divulgação/Dassault - Divulgação/Dassault
Interior do Dassault Falcon 8X configurado com uma cama de casal
Imagem: Divulgação/Dassault
Falcon 8x - Divulgação/Dassault - Divulgação/Dassault
Cabine de comando do trijato Falcon 8X, da fabricante francesa Dassault
Imagem: Divulgação/Dassault
Falcon 8X - Divulgação/Dassault - Divulgação/Dassault
Interior do avião Falcon 8X, da fabricante francesa Dassault
Imagem: Divulgação/Dassault