PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Todos a Bordo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Secar calcinha ou tirar roupa no avião: 10 atitudes bizarras de passageiros

Alguns comportamentos dos passageiros podem ser bem incômodos - Reprodução
Alguns comportamentos dos passageiros podem ser bem incômodos Imagem: Reprodução

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/07/2022 04h00

Voar em um avião era para ser uma experiência prazerosa, mas pode ser tornar algo desagradável por causa do comportamento de alguns passageiros sem noção.

De cantoria alta a bordo até paredes rabiscadas ou ficar sem roupa, não faltam exemplos de comportamentos abomináveis dos passageiros. Veja a seguir alguns exemplos de como não se comportar em um voo:

Pintar as unhas

Pintar as unhas é normal, e faz parte do processo de embelezamento e estética de várias pessoas. Mas não é nada legal fazer isso a bordo.

Além do cheiro forte, ninguém tem de ficar admirando os pés erguidos enquanto o esmalte seca como na foto.

Ainda há o odor do próprio esmalte, que pode incomodar as pessoas próximas, sendo essa uma das atitudes mais estranhas já flagradas a bordo.

Levar uma faca a bordo

Esse voo da Vietnam Airlines ocorrido em meados de julho de 2022 foi um verdadeiro problema para as autoridades aeroportuárias do país. Uma passageira foi flagrada com uma faca para descascar frutas a bordo.

O item é proibido em aviões no país e será feita uma investigação para entender como ele foi parar no voo. Vale lembrar que, no Brasil, isso também é proibido, então, se quiser frutas descascadas a bordo, faça isso antes de passar pelo raio-X.

Cantoria desafinada (e afinada também)

Quem canta seus males espanta, diz a sabedoria popular. Mas nem todos podem compartilhar do mesmo gosto musical a bordo.

Em 2013, uma passageira foi expulsa de um voo da American Airlines nos Estados Unidos por não parar de cantar a música "I Will Always Love You", clássico de Dolly Parton que foi regravada por Whitney Houston.

Como a passageira se recusou a parar a cantoria, os pilotos interromperam a viagem para pousar o quanto antes. A mulher foi retirada algemada do avião e, mesmo assim, não parou de cantar a música.

Pintar o avião

Às vezes, a criançada fica entediada no voo, e o espírito artista brota nelas. Esse tipo de atitude como a da imagem representa mais custos para a empresa, que terá de manter o avião parado por mais tempo no solo para efetuar a limpeza e uma eventual manutenção.

Necessidades fora de lugar

Os passageiros podem ficar apertados para ir ao banheiro durante o voo. Pode ser que os toaletes estejam ocupados, e tenhamos que esperar nossa vez.

Mesmo assim, nada justifica o que esse passageiro fez. E, não, isso na sacola que foi abandonada para trás não é suco de maçã...

Secar roupa íntima

Se a roupa não secou em casa, não tente fazer isso no ar-condicionado do avião. Se a roupa molhou durante o voo, também não vale.

Apenas não faça isso. Ainda mais se for roupa íntima, como a dessas passageiras acima.

Brigar

Brigar nunca vale a pena. Seja no solo ou a bordo. Além de não compensar e ser uma covardia, pode render uma prisão por colocar a segurança em risco e até um banimento de outros voos, dependendo do país onde se está voando.

Ficar sem roupa

Às vezes, o passageiro quer trocar de roupa antes de chegar ao seu destino. Se precisar fazer isso, recomenda-se que seja no banheiro.

Cuidado também para não expor demais alguma parte do corpo quando for dormir ou se ajeitar para descansar durante a viagem.

Ficar descalço (ou apoiar o pé no banco da frente)

Tirar os sapatos pode ser algo confortável, mas não recomendável por alguns motivos. Um deles é estar preparado para situações de emergência. Alguém descalço pode não ter a agilidade desejada para abandonar o avião durante uma situação de perigo.

Outro grande motivo, e talvez o principal, é o chulé: ninguém precisa sentir esse cheiro desagradável, muito menos de um pé perdido do passageiro do banco de trás apoiado no seu assento.

Improvisar na hora de esquentar a comida

Esse passageiro usou a lâmpada do seu assento para tentar esquentar seu pedaço de pizza. Não recomendamos fazer isso, afinal, a lâmpada é muito fraca, e o seu assento não é a cozinha.