IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

REPORTAGEM

A melhor do mundo: Conheça a Qatar Airways, a companhia oficial da Copa

Avião da Qatar Airways com a pintura especial da Copa do Mundo de 2022 de futebol - Divulgação/Qatar Airways
Avião da Qatar Airways com a pintura especial da Copa do Mundo de 2022 de futebol Imagem: Divulgação/Qatar Airways

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/11/2022 12h00

Esta é uma parte da newsletter Todos a Bordo enviada hoje (16). Na newsletter completa, apenas para assinantes, ainda falo sobre o perfil do grupo Qatar Airways, como controlador de diversas outras empresas, inclusive com operação no Brasil, além da frota da empresa. Junto a isso, também trago uma curadoria de outras notícias de aviação. Quer receber a edição completa no seu email toda quarta-feira? Inscreva-se.

A Qatar Airways é a companhia aérea oficial da Copa do Mundo de futebol de 2022, que ocorre no país do Oriente Médio durante os meses de novembro e dezembro.

Em 2022, a companhia ganhou o título de melhor aérea do mundo no World Airlines Awards, conhecido como o Oscar da aviação, promovido pela consultoria Skytrax. Ao todo, em 21 premiações ocorridas desde 2001 (o prêmio não foi concedido em 2020 devido à pandemia), a Qatar foi vencedora em sete oportunidades, se tornando a maior vencedora até os dias atuais.

A empresa realiza voos para mais de 150 destinos em todo o mundo, incluindo o Brasil, com dois voos diários entre Guarulhos (SP) e Doha, capital do país. No período da Copa, a frequência será de três voos diários, com capacidade para transportar até 7.434 pessoas nos voos da empresa por semana.

Histórico: Ela iniciou suas operações em 1994, como uma pequena transportadora regional. No ano de 1997, a companhia aérea nacional foi relançada durante a gestão do emir-pai, Sheikh Hamad bin Khalifa Al Thani, ganhando projeção e se tornando uma das principais empresas do ramo no mundo nos anos seguintes.

Aos poucos, com investimento majoritário da família real catari, ela expandiu seus negócios, focando em luxo e hospitalidade. Com o passar dos anos, sua frota se concentrou em modelos de grande porte, com mais de 200 lugares, e poucos exemplares com capacidade menor.

Algumas de suas primeiras rotas incluíam Abu Dhabi e Dubai (Emirados Árabes Unidos), Taiwan (China), Tóquio (Japão), entre outras. Atualmente, a companhia atinge destinos nos cinco continentes, incluindo cidades como Joanesburgo e Cidade do Cabo (África do Sul), Sydney (Autrália), Paris (França), e mais 12 destinos nos Estados Unidos, incluindo Nova York e Washington D.C.

Avião da Qatar Airways - Divulgação/Qatar Airways - Divulgação/Qatar Airways
Imagem: Divulgação/Qatar Airways

Onde está? Até 2014, os voos da Qatar eram concentrados no aeroporto internacional de Doha.

Em maio daquele ano, com a inauguração do aeroporto internacional de Hamad, também na capital do país, a companhia aérea mudou sua sede para o novo local.

O local pertence ao governo do emirado, que concedeu à Qatar o direito de administrar a infraestrutura aeroportuária do Hamad. Assim, o grupo aumentou seu leque de atuação, indo além da realização de voos.

O Hamad foi eleito por votação popular promovida pela consultoria Skytrax como o melhor aeroporto do mundo em 2022 e 2021, ultrapassando ganhadores de longa data como Changi (Singapura) Incheon (Coreia do Sul) e Hong Kong (China).

Aeroporto internacional de Hamad, em Doha (Qatar) - Divulgação/Qatar Airways - Divulgação/Qatar Airways
Aeroporto internacional de Hamad, em Doha (Qatar)
Imagem: Divulgação/Qatar Airways

Como é voar pela companhia? A aérea é conhecida pelo seu luxo durante os voos. Ela faz parte do grupo conhecido como "As três grandes do Golfo Pérsico", composto pelas companhias Etihad e a Emirates, ambas dos Emirados Àrabes Unidos, e pela própria Qatar.

Voar na classe econômica pode dar a sensação de se estar na executiva de muitas companhias aéreas pelo mundo pelas benesses que a empresa oferece. Todos os passageiros dos voos recebem um kit de amenidades, que incluem máscara para os olhos, um par de meias, protetor labial, entre outros produtos.

Isso torna as viagens, principalmente para quem sai do Brasil e tem de enfrentar 14 horas de voo, menos desconfortáveis. O espaço entre as poltronas pode ser uma surpresa, pois varia de avião para avião, mas costuma ser maior do que o de voos domésticos, onde a permanência é curta.

Além das refeições programadas em momentos determinados do voo, é possível solicitar bebidas à vontade como cortesia e lanches rápidos, que podem ser preparados fora dos horários padrões.

Há milhares de vídeos disponíveis no sistema de entretenimento a bordo, localizado em cada assento. Ainda há a possibilidade de se assistir TV ao vivo e jogos interativos, embora simples.

Cabines na Qatar Airways: Luxo é uma das principais marcas da companhia - Divulgação/Qatar Airways - Divulgação/Qatar Airways
Imagem: Divulgação/Qatar Airways

O interior dos aviões da empresa também se destacou nos últimos anos, ganhando o prêmio de melhor classe econômica do mundo. A companhia disponibiliza em alguns de seus aviões o espaço chamado QSuite.

São espaços com portas, que transformam o assento em uma espécie de cabine privativa. As poltronas reclinam totalmente até se transformarem em camas, e ainda há um espaço para o armazenamento de itens pessoais ao lado do passageiros.

Também há uma configuração de assentos frente a frente, que pode ser usada por famílias que desejam viajar juntas.

Um voo para o mês de janeiro de 2023 saindo de São Paulo com destino a Doha custa a partir de cerca de R$ 8.800 na classe econômica. Na classe executiva, na QSuite, esse valor salta para cerca de R$ 36 mil.

Transportando a seleção: Neste ano, a seleção brasileira de futebol voa para a Copa do Mundo em um avião da Qatar Airways.

Os jogadores do Brasil já foram transportados pela Panair, em seguida pela Varig e, atualmente, a Gol é a transportadora e patrocinadora oficial da seleção.

Entretanto, para essa edição do torneio, uma aeronave personalizada levou os jogadores que atuam no Brasil até Turim (Itália) para a pré-temporada no dia 12. Após esse período, os jogadores irão para Doha.

LEIA A ÍNTEGRA DO CONTEÚDO E MAIS NA NEWSLETTER