IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Viajar de avião com pet pode custar mais de R$ 1.500; veja regras e valores

Gatos e cachorros podem viajar com seus donos em aviões, desde que sejam cumpridas algumas regras - Andrew S/Unsplash
Gatos e cachorros podem viajar com seus donos em aviões, desde que sejam cumpridas algumas regras Imagem: Andrew S/Unsplash

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/12/2022 12h00

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido

Esta é uma parte da newsletter Todos a Bordo enviada hoje (30). Na newsletter completa, apenas para assinantes, ainda trago dicas da médica veterinária Bruna Stafoche, da universidade Anhembi Morumbi, além de uma curadoria de outras notícias de aviação. Quer receber a edição completa no seu email toda quarta-feira? Inscreva-se.

Muitas pessoas não ficam longe de seus animais nem mesmo quando viajam. Quem for voar, pode levar seu pet junto, mas é preciso seguir uma série de regras estipuladas pelas empresas aéreas.

O serviço é cobrado, mesmo para aqueles que viajam no colo de seus tutores na cabine de passageiros.

Também é preciso observar a raça que pode ser levada: Algumas empresas vedam o transporte de braquicéfalos, que são os cães de focinho curto, como pug, boxer, lhasa apso, buldogue, shih tzu. Esses animais podem apresentar dificuldades respiratórias, que podem se agravar no voo, tanto na cabine quanto no porão.

Ainda, o peso é um fator crucial. Apenas gatos e cachorros de menor porte podem ser levados junto aos passageiros, com as demais espécies tendo de ser transportadas no compartimento de bagagem.

Muitos destinos têm regras sanitárias próprias para receberem animais, sejam nacionais, como Fernando de Noronha (PE), ou no exterior, como é o caso dos Estados Unidos. Essas exigências e a documentação necessária (como atestado de saúde e comprovantes de vacinação) devem ser consultadas junto às empresas antes da compra da passagem.

Veja a seguir as regras das companhias aéreas nacionais para viagens de cães e gatos com seus donos:

Animais de pequeno porte (transporte na cabine)

Azul

  • Peso máximo: 7 kg (incluindo animal e caixa de transporte)
  • Valores: R$ 250 para voos domésticos, R$ 250 em voos entre Brasil e América do Sul e, em voos entre Brasil e EUA, R$ 790 (classe econômica) ou R$ 1.575 (classe executiva)
  • Quantidade: Até um por passageiro, respeitando o limite de três por voo em destinos nacionais e até cinco em rotas internacionais
  • Idade mínima: Quatro meses de idade
  • Dimensões da caixa: Flexível ou rígida (de fibra ou de plástico) - Altura de 20 cm, largura de 31,5 cm e comprimento de 43 cm. A caixa flexível deve ter hastes internas de metal para reforçar a estrutura e ser feita de material impermeável
  • Restrições: Os animais só podem ser transportados em assentos específicos do avião
  • Outras regras: Não são transportados animais em voos da Azul Conecta, realizados com o avião Cessna Grand Caravan
  • Mais informações aqui

Gol

  • Peso máximo: 10 kg (incluindo animal e caixa de transporte)
  • Valores: R$ 250 em voos domésticos e R$ 600 em voos internacionais (preço por animal e por trecho)
  • Quantidade: A empresa recomenda entrar em contato com antecedência para saber se o limite de animais por voo já foi atingido
  • Idade mínima: Seis meses
  • Dimensões da caixa: Flexível - Altura de 24 cm, largura de 32 cm e comprimento de 43 cm; Rígida - Altura de 22 cm, largura de 32 cm e comprimento de 43 cm
  • Mais informações aqui e aqui

Latam

  • Peso máximo: 7 kg (incluindo animal e caixa de transporte)
  • Valores: R$ 200 para voos domésticos no Brasil, US$ 200 (R$ 1.047) em voos regionais (com destino à América do Sul e Central), e US$ 250 (R$ 1.308) em voos de longo alcance (com mais de seis horas de duração, como os que ligam o Brasil à América do Norte e Europa, por exemplo)
  • Idade mínima: Quatro meses
  • Dimensões da caixa: Flexível - Altura de 23 cm, largura de 33 cm e comprimento de 36 cm; Rígida - Altura de 19 cm, largura de 33 cm e comprimento de 36 cm
  • Restrições: Esse tipo de transporte não é realizado em voos de conexão com outras empresas ou em algumas rotas específicas (consultar o site da empresa)
  • Mais informações aqui

Voepass

  • Peso máximo: 10 kg (animal e caixa de transporte)
  • Valor: R$ 250
  • Quantidade: Até três por voo
  • Idade mínima: Sem limite, mas animais com menos de três meses terão de ter autorização expressa do veterinário para viajar
  • Dimensões da caixa: Altura de 24 cm, largura de 36 cm e comprimento de 40 cm
  • Restrições: Não é previsto o transporte de animais em voos com conexão com outras empresas aéreas. Fêmeas grávidas também não são transportadas pela companhia
  • Outras regras: Em todos os voos da companhia é exigido o certificado de vacinação antirrábica e atestado de saúde emitido por um médico veterinário. A empresa não aceita animais como bagagem despachada.
  • Mais informações aqui

Animais maiores (porão do avião)

Azul

A empresa não transporta animais de grande porte e nem no porão de seus aviões

Gol

  • Peso máximo: Até 30 kg, incluindo caixa de transporte (acima desse peso, o animal deve ser transportado pelo serviço da Gollog Animais e não é necessário que o tutor esteja junto)
  • Valores: R$ 850 em voos domésticos e R$ 1.100 em voos internacionais.
  • Idade mínima: Seis meses de idade
  • Dimensões da caixa: Até 82 cm de altura, 114 cm de largura e 142 cm de comprimento
  • Restrições: Não são transportados animais de raças braquicéfalas ou com características do tipo (como pug ou buldogue), nem fêmeas grávidas, no cio ou com filhotes em fase de amamentação


Latam

  • Peso máximo: O animal e a caixa de transporte não devem ultrapassar o peso de 45 kg, ou 32 kg em voos de ou para Argentina e Europa. Acima dessas medidas, o animal deve ser transportado pela Latam Cargo
  • Valores: Rotas domésticas - R$ 500 para animais de até 23 kg, R$ 700 para animais de 24 kg a 32 kg, e R$ 900 kg para animais de 33 kg a 45 kg; US$ 125 (R$ 655), US$ 200 (R$ 1.048) e US$ 275 (R$ 1.441), respectivamente para cada faixa de peso em voos regionais (com destino à América do Sul e Central); US$ 150 (R$ 786), US$ 225 (R$ 1.179) e US$ 300 (R$ 1.572), respectivamente para cada faixa de peso em voos de longo alcance (com mais de seis horas de duração, como os que ligam o Brasil à América do Norte e Europa, por exemplo)
  • Quantidade: Até dois por avião
  • Idade mínima: Quatro meses
  • Dimensões da caixa: A soma da altura, largura e comprimento não deve ultrapassar os 300 cm, e a altura máxima deve ser de até 115 cm
  • Restrições: Se o animal estiver na lista de raças perigosas, deve ser transportado pela Latam Cargo
  • Outras regras: O transporte é feito apenas em voos operados exclusivamente pela Latam, não incluindo parceiros, e com no máximo uma conexão

As regras trazidas acima para as companhias aéreas não se aplicam a cães-guia e de apoio emocional. Todas as medidas podem sofrer alteração por parte das companhias aéreas, portanto, é recomendável sempre entrar em contato com as empresas antes da compra do bilhete.

Outros serviços

Pets - Divulgação/Gol - Divulgação/Gol
Animais podem viajar com seus donos ou em outros compartimentos do avião
Imagem: Divulgação/Gol

Algumas companhias oferecem tratamentos diferenciados para os animais que serão transportados. Azul e Purina oferecem um serviço de bordo exclusivo para os pets, com distribuição de petiscos nos voos.

A Gol tem o Sempre Comigo para quem quiser acompanhar o embarque dos animais de perto. O tutor e um guardião do animal designado pela empresa ficam em contato pelo WhatsApp trocando informações em tempo real. O responsável ainda pode dar comida e fazer carinho no animal, caso solicitado.

LEIA A ÍNTEGRA DO CONTEÚDO E MAIS NA NEWSLETTER