PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Coluna

Descomplique


Autossabotagem: o que está impedindo você de guardar dinheiro?

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

03/05/2020 04h00

Quantas vezes você já decidiu que iria começar uma dieta, cuidar das finanças ou ter hábitos mais saudáveis? Se você é como a maioria das pessoas, já deve ter perdido as contas de quantas tentativas frustradas de mudança teve na vida. Isso é muito mais comum do que imaginamos e quase sempre a autossabotagem é a grande responsável pelas falhas.

É simples. Mesmo sem perceber, pequenas atitudes e hábitos que temos em nosso dia a dia criam empecilhos para a realização dos nossos sonhos. Você sabe o que é preciso saber, sabe como tem que ser feito, conhece todos os benefícios do objetivo que quer alcançar, mas mesmo assim, dia após dia, deixa de fazer o que é preciso.

Muitas vezes não pensamos nas atitudes que nos levam a atrapalhar aquilo que queremos tanto. Elas estão embutidas em nossos comportamentos e atitudes do dia a dia que são imperceptíveis.

Por exemplo, você sabe que não deveria comer fora de casa depois do expediente, pois seu orçamento vai estourar, mas sempre surge uma desculpa: "trabalhei demais", "estou estressado", "estou com preguiça".

Esses comportamentos são repetidos ao longo dos dias e quando você os percebe já afastaram totalmente seu objetivo inicial, que agora parece muito mais longe e você reforçou que nunca mais vai conseguir se livrar dos hábitos ruins.

Para evitar a autossabotagem, existem algumas dicas que vão facilitar demais sua caminha em relação ao seu objetivo e evitam que você caia de novo na armadilha dos hábitos ruins da sua vida. O primeiro é ter um objetivo bem definido. Se você quer emagrecer, comece focando em fazer exercícios diários e controlar a alimentação por uma semana ao invés de ter como único foco emagrecer 20 quilos.

Faça a mesma coisa com suas finanças. Foque em pequenas vitórias, como passar o mês sem criar novas parcelas no cartão de crédito ou fazer renda extra durante duas semanas para pagar uma dívida. É muito importante ter grandes objetivos, mas são os pequenos que vão impulsionar seu progresso, inicialmente.

Pense e pergunte a outras pessoas quais hábitos seus podem afastá-lo do seu objetivo. Às vezes, estamos tão acostumados com eles que mal percebemos que fazem parte do nosso dia a dia.

Vale a pena listar quais são os benefícios que terá assim que alcançar seu objetivo e como sua vida vai ficar se abandoná-los novamente. Assim fica muito mais clara a necessidade da mudança e a vontade de crescer aumenta.

É importante saber que tudo o que aconteceu no passado não deve ser obstrução nem desculpa para que você mude no futuro. Hábitos e comportamentos podem ser reconstruídos para alcançar o que deseja.

Descomplique: Como não deixar o dinheiro acabar com seu relacionamento

UOL Notícias

Descomplique