PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

3 atitudes que você precisa abandonar já se quer ter mais dinheiro

iStock
Imagem: iStock
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

05/10/2020 04h00

Durante 24 anos da minha vida eu não era boa em lidar com dinheiro. Não sabia lidar bem com ele, gastava muito mais do que podia e consegui criar uma dívida de algumas centenas de milhares de reais em um período de um ano. Eu só consegui sair dessa situação quando parei para refletir sobre alguns hábitos e percepções que eu tinha em relação a dinheiro.

Claro que negociei minhas dívidas, trabalhei muito para juntar o dinheiro e consegui sair da enrascada em que estava, porém, se não fosse essa mudança na minha cabeça, as coisas voltariam a ser como antes ou até piores. Então separei 3 atitudes que você deve saber sobre finanças, que vão fazer você ter mais dinheiro e que não tem a ver com investimentos.

Vergonha

Ter vergonha de onde você está, quanto tem na sua conta corrente, que carro e roupas você usa não vão levar a lugar algum. Você pode não gostar do que tem hoje, porém não pode sentir vergonha a ponto de mentir sobre suas conquistas ou fazer uma dívida grande só para aparentar uma outra vida.

Não adianta ficar remoendo o passado, tentando achar culpados pela sua situação atual. O que precisa fazer é analisar quais atitudes trouxeram você até onde está hoje e como pode mudar isso para que no futuro não cometa esses mesmos erros.

De nada adianta ficar pensando: "se eu tivesse esse conhecimento quando era mais novo", "se eu economizasse mais". Prefira pensar nessa frase: "se eu não tivesse passado pelas situações que passei, não estaria aqui hoje e não teria a bagagem que tenho".

Você não deve nada a ninguém

Cada indivíduo é responsável por suas escolhas e seus atos, e dessa mesma maneira você não tem que tentar arrumar a vida de outras pessoas. Essa frase dói, mas é verdadeira. Quando pensamos que cada um tomou uma decisão que trouxe até o presente momento e que não fomos nós os responsáveis, nossa culpa e responsabilidade por isso diminuem bastante.

Quantas vezes escutamos de pessoas que agora sim acharam um emprego maravilhoso e as coisas vão mudar, que deste ano não passa aquela viagem que estão programando há anos e nunca sai do papel, que agora sim vão poder pagar todas as dívidas, etc., entra ano, sai ano, e a situação está igual ou até pior.

É nesse momento que acabamos, por muitas vezes, nos sentindo mal pelas nossas conquistas e desejamos ajudar essas pessoas, pois parece que é errado alcançarmos algo que outras pessoas estão batalhando por tanto tempo e não conseguem.

Você não tem obrigação alguma com as escolhas das outras pessoas. Lembre-se sempre disso! O que você pode fazer é ajudá-las, se estiver dentro do seu alcance, para que o outro tenha êxito também, mas jamais se coloque no lugar de salvador e de responsável pela vida alheia. Obviamente, não estou falando de casos extremos, como menores de idade ou pessoas que necessitam de assistência!

Conselhos de terceiros

Você se lembra da escola, em que tinha a turma dos que sempre só passavam por média, não se dedicavam para estudar mais e tirar notas melhores? Esses eram os alunos medianos e o intuito era apenas passar, mesmo que fosse de raspão. Nada de errado com isso. Eu mesma já fui assim por um tempo, mas e quando a pessoa não quer evoluir?

Tome muito cuidado com os conselhos que recebe de pessoas assim. Muitos gostam de ficar na média para sempre e querem arrastar outros para ficarem junto deles. Adoram dar conselhos furados e desestimular quando veem que você está tentando melhorar a sua vida e prosperar.

São pessoas que não se importam em se dedicar para cada vez serem melhores na vida, na carreira, na profissão, apenas vão vivendo um dia após o outro sem se importarem em tirar o melhor proveito disso. Cuide muito com os conselhos do tipo: por que está gastando tempo com estudo? É bobagem! Acha que vai conseguir alguma coisa melhor do que isso na vida?

Ouvir e colocar esses hábitos em nosso dia a dia é muito danoso e infelizmente a única pessoa que sairá prejudicado é você mesmo. Reflita bem antes de tomar uma atitude, de se desestimular ou de se sentir culpado com algo que não foi você quem decidiu ou criou. É muito mais fácil nos colocarmos para baixo e acreditar que não merecemos melhorar do que o contrário.

Descomplique: Mude sua cabeça para ter um "pensamento rico"

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL