PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Econoweek

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Quanto investir por mês para juntar R$ 20 mil em 2 anos?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

15/02/2022 04h00

Há alguns meses, fizemos uma coluna calculando quanto rende investir R$ 200 por mês, na qual mostrávamos a primeira parte da calculadora do Tesouro Direto. Desde então, alguns leitores nos pediram simulações na segunda parte da ferramenta: a solução que mostra quanto aplicar por mês para juntar determinada quantia.

Como todo plano parte de algum lugar, resolvi fazer a conta com R$ 20 mil. Você pode até ter planos que envolvam quantias maiores, mas nas finanças sempre é bom dividir metas maiores em pequenos pedaços para não desanimar.

Vamos lá. Quanto, afinal, é preciso investir por mês para juntar R$ 20 mil? A resposta depende do título público escolhido.

Há três tipos de títulos no site do Tesouro Direto: os prefixados, os pós-fixados e os de inflação. No Tesouro Prefixado, o juro da rentabilidade é fixo, ou seja, não muda. No vídeo acima é possível verificar que o Tesouro Prefixado 2024 está pagando pouco mais de 11% ao ano. Independentemente do que ocorra com a economia, esse será o retorno anual.

Já no Tesouro Selic, um título pós-fixado, o rendimento acompanha a taxa Selic —a taxa básica de juros. Em outras palavras, os lucros do Tesouro Selic diminuem se a Selic cair, e aumentam se a Selic subir.

Há ainda o Tesouro IPCA, que paga um juro fixo (atualmente um pouco acima de 5% ao ano) mais a inflação medida pela Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o índice oficial do Brasil.

Para o cálculo, escolhi as opções mais curtas do prefixado e pós-fixado, ou seja, as que têm data de vencimento bem próxima, em 2024.

Passo a passo

Para fazer a conta, basta entrar no site do Tesouro Direto, clicar em "Títulos". Depois em "Preços e Taxas" e na sequência em "Simule". A ferramenta pergunta se você sabe quanto quer investir hoje ou quanto quer resgatar no futuro.

Clicando na segunda opção, a próxima pergunta é: quanto quer resgatar no futuro? Preenchi com R$ 20 mil, mas você pode simular com outros valores.

Antes de mostrar o resultado, o Tesouro faz ainda mais duas perguntas. A primeira é se você quer fazer uma aplicação única, como aplicar R$ 10 mil, e depois não investir mais nada; ou se quer investir todo mês.

A segunda pergunta é se você tem um valor inicial. Isto é, você vai sair do zero ou tem R$ 1 mil, R$ 2 mil ou alguma quantia para aplicar?

Quanto investir

No Tesouro Prefixado, com R$ 618,41 por mês, o investidor conseguiria resgatar R$ 20 mil daqui dois anos. No Tesouro Selic, a quantia mensal é um pouco menor (R$ 592,50).

No caso do Tesouro IPCA não há títulos tão curtos, mas como exemplo peguei a opção que vence daqui quatro anos, em 2026. Nesse caso, com R$ 309,26 por mês a meta de R$ 20 mil seria atingida. Mostramos o passo a pessoa no vídeo acima.

Como investir todo mês?

Sempre vale lembrar que o investimento no Tesouro Direto não é um boleto. Você pode não investir em certos meses ou então mudar os valores. Para conseguir bons resultados, portanto, é indicado ter a disciplina de aplicar sempre.

Abaixo, algumas dicas para conseguir isso:

  1. Investia próximo do recebimento do salário para não correr o risco de chegar o fim do mês e não sobrar dinheiro;
  2. Coloque um lembrete na agenda do Google ou na que usar para não se esquecer;
  3. Se sobrar mais dinheiro do que o planejado em algum mês, invista mais fazendo aportes nos mesmos títulos ou em opções diferentes;
  4. E se você não tem planos para usar o dinheiro, deixe o valor em reinvestimento automático. Explicamos neste vídeo aqui como fazer o reinvestimento automático.

Ficou com dúvida? Envie sua pergunta nas nossas redes sociais (Instagram e YouTube).