Bolsas

Câmbio

Dólar cai 0,16% e fecha a R$ 4,045, com otimismo em relação à China

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial caiu nesta terça-feira (12), mas ainda se manteve acima de R$ 4. A moeda fechou em queda de 0,16%, a R$ 4,045 na venda.

Na véspera, a moeda norte-americana havia fechado em alta de 0,28%.

Contexto internacional

Os investidores estavam mais tranquilos nesta sessão, após o banco central chinês permitir novamente que o yuan se valorizasse nesta terça-feira.

A decisão vem após a queda recente da moeda chinesa gerar uma onda de preocupações nos mercados do mundo todo. Muitos investidores entenderam a decisão de permitir uma desvalorização do yuan como um sinal de fraqueza econômica do país.

A tranquilidade vinda da China, no entanto, foi ofuscada por preocupações com os preços do petróleo. Ele chegou a registrar uma recuperação nesta sessão, mas voltou a cair no início da tarde, atingindo o menor nível em quase doze anos.

A instabilidade dos preços do petróleo tem enfraquecido os preços de outras matérias-primas e reduzido a procura por moedas de países emergentes. Investidores têm preferido colocar dinheiro em moedas mais seguras, como o dólar.

Cenário nacional

No Brasil, investidores aguardavam novos sinais sobre a estratégia do governo para lidar com a crise econômica.

A reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central na semana que vem é o foco mais imediato. A maioria dos investidores esperam que a taxa básica de juros deva subir 0,50 ponto percentual.

Atuações do BC

O Banco Central fez mais um leilão de rolagem dos swaps cambiais (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em 1º de fevereiro, vendendo a oferta total de até 11,6 mil contratos.

Até o momento, o BC já rolou o equivalente a US$ 3,951 bilhões, ou cerca de 38% do lote total, que corresponde a US$ 10,431 bilhões.

Os leilões de rolagem servem para adiar os vencimentos de contratos que foram vendidos no passado.

(Com Reuters)

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos