IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Dólar cai no dia, a R$ 4,023, com corte no Orçamento; na semana, sobe 0,83%

Do UOL, em São Paulo

19/02/2016 17h14Atualizada em 19/02/2016 17h44

dólar comercial fechou esta sexta-feira (19) em queda de 0,65%, cotado a R$ 4,023 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 1,38%.

Apesar da baixa no dia, o dólar terminou a semana com alta acumulada de 0,83%. No mês, a moeda está praticamente estável, com leve queda de 0,04%. No ano, acumula valorização de 1,89%.

Corte no Orçamento

Nesta tarde, o governo anunciou um corte de R$ 23,4 bilhões no Orçamento deste ano. O Planalto também piorou a projeção para a economia: de queda de -1,9% para -2,9%.

Apesar do corte, investidores continuavam preocupados com a situação das contas públicas brasileiras, em meio a dúvidas sobre a capacidade do país de cumprir a meta fiscal do ano. Eles temem que o governo relaxe no corte de gastos e não faça o ajuste das contas que vem prometendo.

O pessimismo foi reforçado pelo novo rebaixamento da nota brasileira pela agência de classificação de risco Standard & Poor's, na quarta-feira. A agência foi a primeira a retirar o selo de bom pagador do Brasil, em setembro do ano passado.

Petróleo e inflação nos EUA

No mercado internacional, os preços do petróleo voltaram a cair, fazendo com que investidores evitassem colocar dinheiro em negócios de maior risco. 

O governo norte-americano divulgou nesta manhã que a inflação do país em janeiro ficou estável. No entanto, o núcleo da inflação, que exclui alimentos e energia, subiu 0,3%, a maior alta desde agosto de 2011.

A estabilização da economia nos Estados Unidos pode permitir que o Fed (Federal Reserve, banco central norte-americano) eleve os juros gradualmente ao longo deste ano. Juros mais altos atrairiam para os EUA recursos atualmente investidos em mercados de maior risco, caso do Brasil.

(Com Reuters)