Bolsas

Câmbio

Dólar sobe 0,32%, após duas quedas seguidas, e fecha cotado a R$ 3,963

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta terça-feira (23) com alta de 0,32%, vendido a R$ 3,963. Com isso, a moeda norte-americana interrompeu uma sequência de duas quedas. 

Na véspera, o dólar havia caído 1,81%. No mês, a moeda acumula desvalorização de 1,53%. No ano, porém, tem alta de 0,37%.

Queda do petróleo

O petróleo, que havia subido nas últimas sessões, voltou a cair hoje. 

Entre os motivos estavam declarações do Ministro do Petróleo saudita, Ali al Naimi, de que os países não vão cortar a produção com o objetivo de reduzir o excesso de oferta do produto. No entanto, ele disse que a Arábia Saudita continua a trabalhar com outros produtores por um acordo para congelar a produção.

Além disso, o ministro do Petróleo do Irã chamou de "ridículo" um possível congelamento na produção da matéria-prima.

Prisão de marqueteiro

No cenário brasileiro, alguns investidores acreditavam que a prisão do marqueteiro João Santana teria aumentado a chance de cassação dos mandatos da presidente Dilma Rousseff (PT) e do vice-presidente, Michel Temer (PMDB), o que ajudava a limitar o avanço da moeda norte-americana.

Santana participou das duas campanhas de Dilma e da reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Operadores descontentes com o governo de Dilma têm reagido positivamente a notícias sobre maiores chances de afastamento da presidente. Alguns ressaltavam, porém, que uma eventual mudança no governo pode ser desfavorável à aprovação de medidas do ajuste das contas públicas, necessárias para resgatar a confiança dos investidores.

A consultoria Eurasia Group manteve sua estimativa de chance de 40% de Dilma não concluir seu mandato. Dentro desta margem, porém, passou a ver chances iguais de isso acontecer via cassação ou via impeachment, sendo que antes via chances maiores de impeachment.

(Com Reuters)

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos