Bolsas

Câmbio

Dólar sobe 1% e fecha a R$ 3,57, com ação do BC; na semana, avança 1,3%

Do UOL, em São Paulo

O dólar comercial fechou esta sexta-feira (22) em alta de 1,07%, a R$ 3,57 na venda. Na semana, o dólar acumulou valorização de 1,31%.

O mercado de câmbio e a Bovespa ficaram fechados na véspera devido ao feriado de Tiradentes. Na quarta-feira (20), o dólar havia fechado em alta 0,12%.

A alta de hoje foi influenciada pela atuação do Banco Central. Investidores também continuavam monitorando o cenário político e dando preferência a estratégias mais defensivas.

"O mercado está respeitando o BC e usando de cautela, por causa do quadro político", afirmou o superintendente regional de câmbio da corretora SLW, João Paulo de Gracia Corrêa, à agência de notícias Reuters.

Dia de poucos negócios

"Hoje deve ser um dia de poucos negócios, espremido entre o feriado e o fim de semana", disse Corrêa.

"É um dia morto, entre o feriado e um fim de semana. Acaba sendo um dia em que muitos players estão fora", disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo, acrescentando que, neste cenário, a atuação do BC conseguiu manter a cotação da moeda.

Atuação do BC

O BC vendeu nesta manhã todos os 20 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura, que ofereceu em leilão.

A autoridade monetária vem atuando pesadamente no mercado por meio desses instrumentos há semanas.

Cenário político

A presidente Dilma Rousseff participou, mais cedo, de evento na Organização das Nações Unidas (ONU), onde dedicou praticamente todo o discurso a questões ambientais. Em seu discurso, fez referência ao "grave momento" vivido pelo Brasil e agradeceu a líderes internacionais que manifestaram solidariedade a ela em meio à tramitação do processo de impeachment no Congresso.

A cautela do mercado com a situação política reflete a expectativa por nomes que podem formar a equipe econômica do vice-presidente Michel Temer caso o impeachment se concretize. Percepções de que Temer estaria enfrentando dificuldades para montar seu time têm causado alguma apreensão no mercado local.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos