Bolsa emenda quarta queda, puxada por Vale e bancos, e perde 4% na semana

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, emendou a quarta queda seguida e fechou esta sexta-feira (20) em baixa de 0,82%, a 49.722,75 pontos. Este é novamente o menor nível desde 7 de abril (48.513,10 pontos). 

Com isso, a Bovespa encerra a semana com queda de 4,02%. No mês, acumula perda de 7,77%, mas, no ano, tem alta acumulada de 14,70%.

A queda de hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da mineradora Vale, que perderam mais de 5%, e dos bancos. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Investidores aguardam medidas mais concretas do governo de Michel Temer. Também aumentaram as expectativas de alta de juros nos EUA em junho.

Vale despenca

As ações ordinárias da Vale (VALE3), com direito a voto em assembleia, despencaram 5,1%, a R$ 14,13.

As ações preferenciais da Vale (VALE5), que dão prioridade na distribuição de dividendos, fecharam em baixa de 3,8%, a R$ 11,40.

Os papéis da mineradora foram influenciados pelo aumento nos estoques de minério de ferro nos portos chineses, apesar de a matéria-prima ter fechado em alta.

Bancos caem

O dia foi negativo também para os bancos. As ações do Banco do Brasil (BBAS3) caíram 2,37%, a R$ 17,31. 

As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) perderam 1,28%, a R$ 30,08, e as ações do Bradesco (BBDC4) se desvalorizaram 1,10%, a R$ 24,38.

Petrobras perde

Os papéis da Petrobras começaram o dia em alta, após a indicação do ex-ministro Pedro Parente para a presidência da estatal. No entanto, mudaram de sentido sob influência da queda nos preços do petróleo no mercado internacional.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) caíram 1,56%, a R$ 11,33, e as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) perderam 0,67%, a R$ 8,90.

Dólar cai 1,46%, a R$ 3,518

No mercado de câmbio, o dólar comercial quebrou uma sequência de duas altas e fechou em queda de 1,46%, cotado a R$ 3,518 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,21%. 

Com isso, o dólar encerra a semana com baixa de 0,15%. A moeda acumula ganho de 2,27% no mês e desvalorização de 10,89% no ano.

Bolsas internacionais

As principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em alta.

  • Inglaterra: +1,70%
  • França: +1,67%
  • Itália: +1,52%
  • Alemanha: +1,23%
  • Espanha: +1,11%
  • Portugal: +0,95%

As Bolsas da Ásia e do Pacífico também terminaram o dia com ganhos.

  • Cingapura: +0,87%
  • Hong Kong: +0,8%
  • China: +0,68%
  • Austrália: +0,55%
  • Japão: +0,54%
  • Taiwan: +0,44%
  • Coreia do Sul: +0,05%

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos