Bolsas

Câmbio

Dólar cai e fecha a R$ 3,266, com ação do BC e queda no preço do petróleo

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta terça-feira (2) em queda de 0,18%, cotado a R$ 3,266 na venda. A queda foi influenciada pela atuação do Banco Central, pelo cenário político brasileiro e pela queda no preço do petróleo no mercado global.

Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,9%. No ano, o dólar acumula desvalorização de 17,27%.

Atuação do BC

O Banco Central atuou novamente no mercado de câmbio. Pela manhã, o BC vendeu todos os 10 mil contratos de swap cambial reverso, que equivale à compra futura de dólares.

Durante o mês passado, o BC atuou no mercado por meio desse instrumento em praticamente todas as sessões. 

Cenário político

Investidores continuavam à espera de medidas da equipe do presidente interino, Michel Temer, para controlar o crescimento dos gastos públicos.

Alguns investidores demonstravam decepção após o governo aceitar alterar o projeto de renegociação da dívida dos Estados para garantir sua aprovação no Congresso Nacional.

Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, os gastos com terceirizados e auxílio-moradia das carreiras do Judiciário estadual não entrarão no cálculo das despesas gerais com pessoal.

Cenário externo

A queda dos preços do petróleo influenciou a cotação do dólar na sessão. Após chegar a R$ 3,239 na mínima do dia, a moeda reduziu a perda durante a tarde.

"O mercado começou o dia animado, mas o otimismo perdeu um pouco de força depois que o petróleo passou a cair", disse José Carlos Amado, operador de câmbio da corretora Spinelli, à agência de notícias Reuters.

Preocupações com o excesso da oferta de petróleo no mercado global voltaram a derrubar as cotações da matéria-prima nesta terça-feira.

Os mercados também reagiram ao anúncio do Japão, de injetar US$ 132 bilhões em estímulos econômicos. Alguns investidores que esperavam ações mais contundentes.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos