Bolsas

Câmbio

Dólar sobe 0,45% e fecha cotado a R$ 3,226, após duas quedas

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta quinta-feira (22) em alta de 0,45%, a R$ 3,226 na venda, interrompendo uma sequência de duas quedas.

Apesar da alta de hoje, a moeda norte-americana acumula desvalorização de 1,29% na semana. No mês, tem queda de 0,11% e, no ano, perdas de 18,29%.

Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 1,52%.  

Contexto externo

O dólar operou em queda durante esta manhã, influenciado pelo otimismo após a decisão, na véspera, do banco central norte-americano de manter a taxa de juros.

Juros mais altos nos EUA poderiam atrair para lá recursos atualmente investidos em outros países onde o rendimento é maior, como é o caso do Brasil.

Investidores também viram com bons olhos esforços do banco central do Japão para reanimar a economia do país.

Com isso, o dólar chegou a ser negociado abaixo dos R$ 3,20 mais cedo. Com o preço baixo, a moeda acabou atraindo compradores. Com a maior procura, o preço passou a subir.

Contexto brasileiro

No Brasil, o mercado também estava mais otimista com a aprovação de medidas de ajuste das contas públicas no Congresso, depois de declarações firmes de integrantes do governo nesse sentido. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vem se repetindo em defesa das reformas, assim como o presidente Michel Temer.

Investidores também estavam atentos ao avanço da Operação Lava Jato, que levou hoje à prisão pela Polícia Federal do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Horas depois da prisão, o juiz Sergio Moro mandou soltá-lo. Mantega foi liberado pela PF no início da tarde.

Atuação do BC

O Banco Central atuou no mercado de câmbio nesta quinta-feira. Como nas últimas sessões, o BC ofertou 5.000 contratos de swap cambial reverso (equivalentes à compra futura de dólares). Todos foram vendidos.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos