Bolsas

Câmbio

O que sobrancelhas têm a ver com a Bolsa de Valores? Japoneses explicam

Do UOL, em São Paulo*

Com o mercado de ações no Japão se distanciando das previsões de analistas feitas no início do ano, investidores buscam formas alternativas para decidir onde aplicar seu dinheiro.

E uma das possibilidades --acredite-- é estudar a relação entre as sobrancelhas dos japoneses e os momentos de alta ou baixa do mercado.

Leia também:

Sobrancelhas finas nas crises

Sobrancelhas grossas ficaram populares durante a segunda metade da década de 1980, auge da bolha econômica japonesa --com a supervalorização de ações--, segundo a Shiseido, principal empresa de cosméticos do país.

Por outro lado, sobrancelhas finas eram moda durante desacelerações, coincidindo com a crise do petróleo nos anos 1970 e com o período de estagnação econômica no final da década de 1990, de acordo com a companhia de cosméticos.

O que dizem as sobrancelhas agora?

O que as sobrancelhas dos japoneses estão dizendo para os investidores agora?

Setsuko Suzuki, cabeleireiro e maquiador da Shiseido envolvido nas pesquisas de moda, diz que as sobrancelhas grossas populares desde 2013 --quando o mercado acionário começou a se recuperar-- estão perdendo espaço.

Análise de sobrancelhas é coisa séria

A análise das sobrancelhas não é brincadeira, de acordo com Kyouko Amemiya, consultor de mercado da SBI Securities em Tóquio, que há cerca de 30 anos trabalha no mercado de ações.

Os ciclos de tendência das sobrancelhas e altas e baixas nos tamanhos das saias são similares aos ciclos econômicos. Você não deve subestimar essas coisas. A história se repete.

Kyouko Amemiya, consultor da SBI Securities

"O fim da moda das sobrancelhas grossas pode sugerir que as preferências nas escolhas dos investidores mudarão", afirma Fumio Matsumoto, gestor de fundos da Dalton Capital Japan Inc.

(*Com informações da Bloomberg)

Se não responder a estas 5 questões, será muito difícil ficar rico

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos