ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Cotações

Dólar cai 0,21% e fecha a R$ 4,146, após pesquisas eleitorais; Bolsa sobe

Do UOL, em São Paulo

12/09/2018 17h03Atualizada em 12/09/2018 17h24

dólar comercial fechou esta quarta-feira (12) em queda de 0,21%, a R$ 4,146 na venda, após forte alta na véspera, em sintonia com o mercado externo e de olho no cenário eleitoral no Brasil. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 0,63%, a 75.124,81 pontos. 

Resultados de pesquisa normalmente causam preocupação no mercado e abrem espaço para especulação. 

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Pesquisas Ibope e Datafolha

Investidores respiravam um pouco mais aliviados diante da cena eleitoral no Brasil, depois de nova pesquisa mostrar que candidatos mais à esquerda não ganharam tanta tração. "A pesquisa Ibope revelou um quadro mais positivo para os candidatos reformistas do que a pesquisa Datafolha do dia anterior", citou a casa de análises Levante Ideias de Investimentos.

Pesquisa Ibope divulgada na noite passada mostrou que Ciro Gomes (PDT) tinha 11% das intenções de voto, contra 12% antes, Marina Silva (Rede) obteve 9% (12% antes) e Fernando Haddad, substituto de Luiz Inácio Lula da Silva na chapa do PT, ficou com 8%, de 6% antes. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Jair Bolsonaro (PSL) liderava a disputa pelo Palácio do Planalto com 26% das intenções de voto para o primeiro turno, sobre 22% da pesquisa anterior, poucos dias depois de ter sido esfaqueado durante evento de campanha. A pesquisa mostrou também o presidenciável mais competitivo nas simulações de segundo turno.

O levantamento Datafolha, divulgado antes, teve uma leitura mais negativa pelo mercado, já que a oscilação de Bolsonaro foi tímida e os candidatos com perfil mais à esquerda se destacaram.

"É intuitivo pensar que a pesquisa Ibope esteja mais inclinada a favorecer Bolsonaro por conta do ataque sofrido pelo candidato na última quinta-feira, mas ainda assim, sua rejeição é alta o suficiente para gerar uma cortina de incertezas quanto ao segundo turno", comentou a corretora CM Capital Markets.

O Datafolha foi a campo no dia 10 e divulgou a pesquisa no mesmo dia, enquanto o Ibope colheu as informações entre 8 e 10 de setembro, mais próximo do ataque sofrido por Bolsonaro.

Atuação do BC

O Banco Central brasileiro ofertou e vendeu integralmente 10,9 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, rolando US$ 3,815 bilhões do total de US$ 9,801 bilhões que vencem em outubro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

(Com Reuters)

Mais Cotações