PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Cotações

Dólar cai pelo 2º dia e fecha a R$ 3,74; Bolsa sobe e ganha 3,36% na semana

Do UOL, em São Paulo

16/11/2018 17h09Atualizada em 16/11/2018 18h27

dólar comercial fechou esta sexta-feira (16) em queda de 1,12%, cotado a R$ 3,74 na venda, na segunda baixa seguida. Na quarta-feira (14), o dólar havia caído 1,28%. Apesar disso, termina a semana com alta acumulada de 0,1%. 

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 2,96%, a 88.515,27 pontos, o segundo avanço consecutivo. Com isso, a Bolsa acumulou valorização de 3,36% na semana. Na quarta-feira, teve ganho de 1,25%.

Na quinta-feira (15), os mercados ficaram fechados por causa do feriado da Proclamação da República. Na sessão desta sexta, investidores reagiam após o anúncio do novo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto (leia mais abaixo).

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Eletrobras dispara 8,65%

Entre os destaques da Bolsa, as ações da Eletrobras dispararam 8,65%, na maior alta do Ibovespa no dia. Os papéis da estatal foram influenciados por notícia de que o governo Temer recomendou à equipe de transição de Jair Bolsonaro a privatização da empresa e de suas distribuidoras.

Também pesaram sobre o índice os ganhos dos papéis do Bradesco (+4,85%), do Banco do Brasil (+3,16%), da Petrobras (+3,16%), do Itaú Unibanco (+3,09%) e da mineradora Vale (+1,79%).

Substituição no Banco Central

Investidores estavam otimistas com a indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central, em substituição a Ilan Goldfajn, no próximo governo. O perfil técnico e considerado liberal do executivo do banco Santander agradou o mercado.

Além disso, a escolha de Mansueto Almeida para permanecer no cargo de Secretário do Tesouro Nacional colaborava para o bom humor nesta sessão.

Nesta sexta-feira, o BC também informou que o diretor de Política Econômica, Carlos Viana, acertou que permanecerá no cargo por "tempo considerável".

Atuação do BC

O Banco Central vendeu nesta sessão 13,6 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 6,8 bilhões do total de US$ 12,217 bilhões que vence em dezembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

(Com Reuters)

Cotações